Seleção brasileira: Alisson é o segundo corte de Tite na convocação das Eliminatórias

Redação


O goleiro Alisson, do Liverpool, foi cortado e substituído por Ederson, do Manchester City, na convocação da seleção brasileira de Tite para os primeiros jogos das Eliminatórias da Copa do Mundo 2022. A informação foi divulgada pela CBF (Confederação Brasileira de Futebol) neste domingo (4).

O Brasil enfrenta a Bolívia e o Peru nas primeiras rodadas – o primeiro jogo acontece nesta próxima sexta-feira na Neo Química Arena, em São Paulo. A apresentação do atleta começa a ser feita ainda hoje e o primeiro treino está marcado para essa segunda-feira (5), às 16h.

De acordo com o médico Rodrigo Lasmar, Alisson sofreu lesão no ombro esquerdo durante um treinamento do Liverpool. Ou seja, o goleiro não teria condições de participar das atividades e nem das partidas da seleção brasileira.

Com isso, Ederson volta a ter chance após ter atuado no empate entre City e Leeds por 1 a 1 ontem (3). Os outros dois goleiros da seleção serão Weverton, do Palmeiras, e Santos, do Athletico-PR.

Antes de Alisson, o atacante Gabriel Jesus, companheiro de time de Ederson, já havia sido cortado da convocação de Tite. Matheus Cunha, do Hertha Berlin, foi o escolhido do comandante para ocupar a vaga.

CONVOCAÇÃO DA SELEÇÃO BRASILEIRA

GOLEIROS

Ederson – Manchester City
Santos – Athletico-PR
Weverton – Palmeiras

LATERAIS
Danilo – Juventus (ITA)
Gabriel Menino – Palmeiras
Alex Telles – Porto (POR)
Renan Lodi – Atlético Madrid (ESP)

ZAGUEIROS
Thiago Silva – Chelsea (ING)
Marquinhos – Paris Saint Germain (FRA)
Felipe – Atlético de Madrid (ESP)
Rodrigo Caio – Flamengo

MEIAS
Casemiro – Real Madrid (ESP)
Fabinho – Liverpool (ING)
Bruno Guimarães – Lyon (FRA)
Douglas Luiz – Aston Villa (ING)
Philippe Coutinho – Barcelona (ESP)
Everton Ribeiro – Flamengo

ATACANTES
Matheus Cunha – Hertha Berlim (ALE)
Rodrygo – Real Madrid (ESP)
Neymar – Paris Saint Germain (FRA)
Everton – Benfica (POR)
Roberto Firmino – Liverpool (ING)
Richarlison – Everton (ING)

TITE NA SELEÇÃO BRASILEIRA

Tite tem 77,78% de aproveitamento no comando da seleção brasileira. Ele soma 48 jogos até aqui, sendo 34 vitórias, 10 empates e quatro derrotas. Além disso, são 100 gols marcados e 17 sofridos, ou seja, um saldo positivo de 83 gols. Ou seja, o Brasil de Tite tem uma média de anotar dois gols por jogo e sofrer um gol a cada três partidas.

Por enquanto, o artilheiro da Era Tite é Gabriel Jesus, com 19 gols. Na sequência, aparecem Neymar, com 15, Philippe Coutinho, com 13, e Roberto Firmino, com 9.

Por fim, Coutinho é o jogador mais chamado pelo treinador, convocado em 16 ocasiões. Na sequência, aparece Casemiro, com 15.

Apesar da eliminação para a Bélgica na Copa do Mundo em 2018, Tite se manteve no cargo com certa tranquilidade após levantar a taça da Copa América. Contudo, a pressão existe sobre o desempenho da equipe nas Eliminatórias, principalmente após a oscilação no segundo semestre de 2019. Com ‘ressaca’ do título, o time venceu apenas um dos cinco amistosos que fez.

Relembre a lista dos últimos jogos da seleção brasileira:

  • Brasil 0 x 1 Peru – 11 de setembro;
  • Brasil 1 x 1 Senegal – 10 de outubro;
  • Brasil 1 x 1 Nigéria – 13 de outubro;
  • Brasil 0 x 1 Argentina – 15 de novembro;
  • Brasil 3 x 0 Coreia do Sul – 19 de novembro.

Previous ArticleNext Article