Fora da Copa, seleção do Chile procura ex-técnicos de times brasileiros, diz jornal

Eduardo Coudet, ex-treinador do Internacional e atualmente no Celta de Vigo, da Espanha, é um dos candidatos a assumir a seleção do Chile.

UOL/Folhapress - 22 de abril de 2022, 10:00

(Ricardo Duarte/Internacional)
(Ricardo Duarte/Internacional)

Dona da quarta pior campanha das Eliminatórias Sul-Americanas, a seleção chilena está fora da Copa do Mundo do Qatar e já em busca de um novo treinador para substituir o uruguaio Martín Lasarte, demitido depois de não conseguir a vaga para o Mundial.

O diário chileno "El Mercurio" noticiou nesta quinta-feira (21) que Francis Cagigao, diretor de seleções da FFC (Federação de Futebol do Chile), viajou para a Europa na tentativa de abrir conversas com profissionais que atuam por lá. O principal alvo é o argentino Eduardo Coudet, que trabalha no Celta de Vigo-ESP desde novembro de 2020 -quando deixou o Internacional.

Outro ex-treinador de clube brasileiro também está na lista de nomes desejados pelos dirigentes chilenos: o também argentino Ariel Holan, que trabalhou dois meses no Santos em 2021. Curiosamente, Holan pediu demissão do León, do México, nesta quinta-feira. A razão alegada pelo profissional são os maus resultados, não um convite da FFC.

O "El Mercurio" ainda cita outros treinadores bem avaliados pela cúpula do futebol chileno e que podem ser alvos de investida nas próximas semanas. Manuel Pellegrini (Real Bétis-ESP), Matías Almeyda (ex-San Jose Earthquakes-EUA, especulado no AEK-GRE), Eduardo Berizzo (sem clube), Sebastián Beccacece (Defensa y Justicia-ARG) e Gustavo Quinteros (Colo Colo-CHI).

Martín Lasarte ficou um ano no cargo, mas não conseguiu levar o Chile para a Copa do Mundo do Qatar. Ele foi dispensado pouco após as Eliminatórias. A seleção quer começar o ciclo para o Mundial de 2030 o quanto antes e já tem amistosos agendados para a data Fifa de junho deste ano.