Seleção feminina inicia campanha olímpica contra a China

Fernando Garcel


As Olimpíadas do Rio de Janeiro começam oficialmente na sexta-feira (5), mas a Seleção Brasileira Feminina de futebol inicia a disputa pelo inédito ouro olímpico nesta quarta-feira (3), contra a China, às 16 horas, no Estádio Nilton Santos, o Engenhão.

O Brasil sempre esteve presente na competição desde que o futebol feminino foi incluído nos Jogos Olímpicos, em 1996, e nunca perdeu na estreia.

Na primeira disputa, em Atlanta, as meninas empataram em 2 a 2 contra a Noruega. Em 2000, contra a Suécia, a Seleção venceu por 2 a 0. Depois, em 2004, bateu a Austrália por 1 a 0. Venceu também a Coreia do Norte por 2 a 1, em 2008; e goleou o Camarões por 5 a 0, em 2012.

Em retrospecto olímpico, a Seleção Feminina enfrentou a China uma única vez, nos Jogos Olímpicos de Atlanta, nos EUA, em 1996. Na ocasião, as brasileiras foram derrotadas pelas chinesas por 3 a 2, na semifinal.

O futebol feminino olímpico conta com 12 seleções divididas em três chaves. O Brasil divide espaço com China, Suécia e Africa do Sul no Grupo E. Se classificam para a próxima fase as duas melhores Seleções de cada grupo e os dois melhores terceiros lugares no geral.

Créditos: Ricardo Stuckert/ CBF
Créditos: Ricardo Stuckert/ CBF

Nas duas últimas olímpiadas, em Atenas e Pequim, a Seleção canarinho chegou as finais mas garantiu apenas a prata. Apesar da pressão, a atacante Marta, maior nome da história do futebol feminino brasileiro, diz que não se preocupa com o ouro e que se vier vai ser naturalmente. “Se não ganhar, não vai apagar o que a gente vem fazendo ao longo dos anos. A gente já fez história. Vai, é lógico, dar uma incrementada na nossa história”, disse Marta, em entrevista coletiva após um dos últimos treinamentos antes da estreia

> Marta não quer saber de pressão por ouro na Rio-2016

Para garantir a vitória contra as chinesas, o técnico Vadão conta com cinco jogadoras que atuam no país oriental. A zagueira Rafaelle, jogadora do Changchun Club; a atacante Debinha, do Dalian Quanjian; a lateral Fabiana, atleta do Dalian Quanjian; a atacante Darlene, do Changchun Club; e a atacante Raquel, do Changchun Club.

Confira os confrontos na fase de grupos:
16h – Brasil x China – 03 de agosto – Estádio Nilton Santos, Rio de Janeiro (RJ)
22h – Brasil x Suécia – 06 de agosto – Estádio Nilton Santos, Rio de Janeiro (RJ)
22h – África do Sul x Brasil – 09 de agosto – Estádio Nilton Santos, Rio de Janeiro (RJ)

Previous ArticleNext Article
[post_explorer post_id="376561" target="#post-wrapper" type="infinite" loader="standard" scroll_distance="0" taxonomy="category" transition="fade:350" scroll="false:0:0"]