Sem acordo entre dupla Atletiba, FPF mantém clássico para quarta-feira de cinzas

Sem acordo entre Atlético-PR e Coritiba, a Federação Paranaense de Futebol (FPF) vai manter o clássico para a pró..

Fernando Garcel - 24 de fevereiro de 2017, 15:42

Sem acordo entre Atlético-PR e Coritiba, a Federação Paranaense de Futebol (FPF) vai manter o clássico para a próxima quarta-feira (1º), no feriado. A partida acontece na Arena da Baixada, às 20h. A data foi a primeira sugestão dos organizadores do Campeonato Paranaense.

De acordo com a federação estadual, o rubro-negro pediu para que o jogo acontecesse em outra data, enquanto o alviverde comunicou a entidade que preferia manter a data. O clássico Atletiba é válido pela quinta rodada do estadual.

> Ministério Público vai investigar cancelamento do Atletiba na hora do evento

O jogo iria acontecer no último domingo (19), mas a Federação Paranaense não permitiu o início do jogo enquanto pessoas não credenciadas continuassem no gramado. A proibição por parte da Federação Paranaense de Futebol gerou discussões em todo o Brasil e foi interpretado pelos dirigentes de Atlético e Coritiba como uma represália.

Os dois principais clubes do estado decidiram não assinar contrato com a emissora detentora dos direitos de transmissão, por entender que os valores oferecidos são baixos. Por esse motivo, decidiram transmitir o jogo pela internet, de forma gratuita.

> Liminar teria barrado transmissão online do Atletiba se equipe fosse credenciada

Foram contratados profissionais terceirizados, além dos que já trabalham na comunicação de cada um dos clubes, para realizar a transmissão. Parte deles – 12 pessoas, segundo a Federação – não fizeram o credenciamento com 48 horas de antecedência, como a entidade determina.

Segundo o presidente da Federação, Hélio Cury, não seria possível abrir mão do credenciamento antecipado, para manter a organização. Apesar disso, uma semana antes a Federação Paranaense de Futebol não impediu a realização da partida entre Rio Branco e Toledo, na qual pessoas não credenciadas estavam no gramado.

No caso do Atletiba, o árbitro recebeu ordens expressas da Federação Paranaense para não autorizar o início da partida até que os profissionais que fariam a transmissão do jogo pela internet permanecessem no gramado. Atlético e Coritiba se recusaram a retirar os profissionais. Com isso, a partida foi cancelada. Cerca de 20 mil pessoas estavam na Arena da Baixada e mais de 170 mil acompanhavam a transmissão pela internet – nos canais dos times pelo YouTube e Facebook.