Série B: Novorizontino x Operário coloca irmãos em lados opostos pela primeira vez

Os irmãos Felipe Albuquerque e Giovani Albuquerque, que defendem o clube paulista e a equipe paranaense, respectivamente, vão se enfrentar

Redação - 20 de julho de 2022, 13:45

O Novorizontino recebe o Operário na rodada que fecha o primeiro turno da Série B, na noite desta quarta-feira (20), às 21h30. Apesar de ser um confronto de meio de tabela, será especial para dois jogadores: os irmãos Felipe Albuquerque e Giovani Albuquerque, que defendem o clube paulista e a equipe paranaense, respectivamente.

Cria das categorias de base do Grêmio, Felipe conta um pouco sobre a relação com Giovani mesmo tendo saído de casa cedo, com apenas 12 anos, para defender o Tricolor Gaúcho. Ele também revela que a dupla leva um sonho em comum: jogar juntos em algum momento da carreira.

"Sempre fomos muito próximos, ainda mais porque temos uma diferença pequena de idade, então sempre compartilhamos nossos momentos entre a gente, sejam positivos ou negativos. Eu saí de casa com 12 anos, mas mesmo assim conversamos praticamente todos os dias, nos damos muito bem. Até compartilhamos um sonho, que é jogar junto, mas agora pela primeira vez vamos nos enfrentar e desejo sorte pra ele. Inclusive faz temos que não nos vemos, acho que já faz uns cinco meses, então vai ser bom esse momento. A expectativa pra esse primeiro confronto é muito boa, mas espero que meu time saia vencedor", relatou Felipe.

Já Giovani, atacante do Operário, ressaltou que seu irmão é a pessoa em quem mais confia e destaca que o fato de se enfrentarem já é parte da realização de um sonho dos dois jogadores e também de quem acompanhou suas jornadas.

"Sempre tivemos uma relação muito boa e muito próxima, e até hoje, mesmo distante, é o cara que eu mais confio, que converso sobre todas as coisas. Mesmo o futebol nos distanciando, sempre tivemos o nosso vínculo muito próximo, nos comunicamos diariamente, então o respeito e o carinho um pelo outro é gigantesco. Para mim, esse momento é a parte da realização de um sonho, porque penso na minha família, amigos, aqueles que fizeram de tudo pra ver a gente atuando profissionalmente, eu e ele dividindo o mesmo campo. Acredito que a sensação será indescritível, mas sabemos que estamos realizando o nosso trabalho e que dentro de campo seremos adversários, então espero ter êxito neste nosso primeiro confronto", contou Giovani.