Série B: Operário sai atrás no placar, mas busca empate no fim contra o Vitória

Rafael Nascimento


O Operário empatou em 1 a 1 com o Vitória na noite desta sexta-feira (2), pela 13ª rodada da Série B. Ewandro anotou o gol do time baiano, e Jefinho, já nos acréscimos, empatou para o Fantasma.

A partida foi realizada no estádio Germano Krüger, em Ponta Grossa, sem a presença de público em razão dos protocolos sanitários adotados no combate à covid-19.

Com a igualdade, o Operário alcança os 18 pontos na classificação, mas perde uma posição é agora é o nono. Com o mesmo número de pontos, mas melhor nos critérios de desempate, o Vitória ocupa a oitava colocação.

O próximo desafio do time paranaense acontece na segunda-feira (5), fora de casa. Às 20h, a equipe visita o Oeste, na Arena Barueri, em Barueri.

Na terça-feira (6), o Rubro-Negro baiano recebe o América-MG no Barradão, às 19h15.

OPERÁRIO MARTELA E BUSCA EMPATE NOS ACRÉSCIMOS

Operário e Vitória subiram o túnel de acesso ao gramado do Germano Krüger sabendo que uma vitória poderia lhes render uma vaga no G4 da Série B. O cronômetro nem marcava os 3 min e os dois times já haviam criado boas chances ofensivas, com Marcelo, pelo Operário, e Fernando Neto, camisa 7 do Vitória, que carimbou a trave.

Tomas Bastos, em cobrança de falta com efeito, e Lucas Batatinha, em contra-ataque veloz, assustaram o gol de Ronaldo.

Ainda no primeiro tempo, Tomas Bastos, em nova cobrança de falta, encontrou Roger na área. O atacante balançou as redes, mas estava em posição irregular e o lance foi anulado.

Homem gol do Operário, Roger balançou as redes contra o Vitória, mas o gol foi anulado. Foto: José Tramontin/OFEC

Melhor no primeiro tempo, o Operário por pouco não foi vazado logo no primeiro lance da etapa final, com Junior Viçosa cabeceando na trave. O Vitória abriu o placar aos 8: Ewandro aproveitou cruzamento preciso de Thiago Carleto e, também de cabeça, deslocou o goleiro Thiago.

Em desvantagem, o técnico Gerson Gusmão agiu rápido e mexeu na equipe, que por pouco não empatou com Lucas Batatinha e depois com Marcelo.

Mesmo com maior volume de jogo, o Fantasma seguia ser acertar o último passe. Mas, no apagar das luzes, Jefinho venceu o duelo particular com o goleiro Ronaldo e empatou a partida.

Previous ArticleNext Article