Série C: Londrina perde para o Brusque e permanece fora do G-4

Rafael Nascimento


O Londrina amargou sua segunda derrota seguida na Série C do Campeonato Brasileiro. Fora de casa, o Tubarão teve bom volume de jogo, mas acabou derrotado pelo Brusque, na noite desta quinta-feira (1), em partida atrasada pela 6ª rodada da competição: 2 a 1.

Mauricio Garcez, duas vezes, marcou os gols do time catarinense, e Carlos Henrique, ainda no primeiro tempo, descontou para o Londrina.

A partida aconteceu no Estádio Augusto Bauer, em Brusque, sob portões fechados, por conta dos protocolos de segurança estabelecidos pela Confederação Brasileira de Futebol (CBF) no combate à covid-19.

Com os três pontos, o Brusque volta à liderança do Grupo B, agora com 19 pontos – é o melhor desempenho da Série C, considerando os dois grupos. Já o Londrina segue fora do G-4 e da zona de classificação à próxima fase e é o 5º colocado, com 11 pontos.

O time celeste volta a campo já no próximo domingo (4): às 16h, a equipe recebe o Volta Redonda no Estádio de Café.

No dia seguinte, o Brusque faz o clássico catarinense contra o Criciúma, novamente no estádio Augusto Bauer.

TUBARÃO PRESSIONA, MAS NÃO CONSEGUE O EMPATE

Depois de ter sua invencibilidade de quatro jogos encerrada com a derrota para a Tombense, no último domingo, o Londrina entrou em campo focado em retomar o bom momento na Série C, e não demorou para conseguir sua primeira boa investida com Matheus Bianqui, logo aos 2.

Com a marcação alta, a equipe do técnico Alemão dificultava a saída de jogo do Brusque, que seguiu pressionado. Adenilson, em cobrança de falta, teve boa chance de levar perigo ao gol de Zé Carlos, mas jogou sobre o gol.

Só que justo quando o Londrina se impunha e capitalizava as principais chances, o Brusque abriu o placar na bola parada. Aos 20, após a bola ser alçada para a área, Dalton espalmou para o meio a finalização de Claudinho. Garcez, em posição duvidosa, escorou para as redes: 1 a 0.

O time catarinense ampliou aos 28, novamente com Garcez. A zaga celeste bateu cabeça na marcação e Tiago Alagoano recebeu livre. Dalton salvou a finalização, mas no rebote o camisa 9, ligado no jogo, escorou ao gol: 2 a 0.

A resposta do Londrina foi imediata, com Carlos Henrique – que havia ganhado a titularidade minutos antes da bola rolar, após Júnior Pirambu sentir um desconforto muscular no aquecimento. O atacante subiu mais alto que a defesa e descontou de cabeça: 2 a 1.

O Tubarão seguiu consistente na segunda etapa, principalmente explorando o jogo pelos lados do campo, e levou perigo com Carlos Henrique e Bianqui. Apesar do domínio londrinense, o gol de empate custava a sair.

O Brusque, que recuperava a liderança do Grupo B com a vitória parcial, além de frear o ímpeto do Londrina conseguiu equilibrar as ações na reta final, e ainda teve a chance de matar o jogo nos pés de Zé Mateus, mas a bola foi pra fora.

Previous ArticleNext Article