Sevilla vence a Inter de Milão e é campeão da Liga Europa pela sexta vez

Vinicius Cordeiro


A Sevilla venceu a Inter de Milão por 3 a 2 e se sagrou campeão da Liga Europa pela sexta vez na história. Os italianos saíram na frente com gol de pênalti de Lukaku, mas De Jong anotou o gol de empate e virou para os espanhóis. O zagueiro Godín deixou o placar em 2 a 2 no primeiro tempo, mas o zagueiro brasileiro Diego Carlos garantiu o título com um golaço de bicicleta.

O duelo foi realizado em Colônia, na Alemanha, conforme os protocolos definidos pela UEFA por causa da pandemia de covid-19.

O triunfo coroa o hexacampeonato da equipe, que é a maior vencedora da história do torneio. Além disso, o Sevilla mantém uma escrita: nunca perdeu uma final da competição. Os títulos foram conquistados nas temporadas 05/06, 06/07, 13/14, 14/15, 15/16 e 19/20.

Do outro lado, a Inter se torna vice-campeã pela segunda vez e segue com o tricampeonato em 90/91, 93/94 e 97/98.

O atacante Lukaku, que marcou seu sétimo gol nessa edição, termina a Liga Europa como vice-artilheiro. O meia Bruno Fernandes, com oito gols, foi o maior goleador.

INTER DE MILÃO SAI NA FRENTE, MAS TOMA A VIRADA E PERDE O TÍTULO PARA O SEVILLA

inter de milão sevilla campeã liga europa
Godín empatou pela Inter, mas não evitou a derrota. (Divulgação/UEFA)

A Inter abriu o placar logo aos quatro minutos: Lukaku botou a bola na frente, ganhou de Diego Carlos na velocidade e foi derrubado pelo defensor brasileiro dentro da área. O próprio atacante foi para a cobrança e anotou o gol mais rápido da história das finais de Liga Europa.

A vantagem italiana, no entanto, durou apenas 10 minutos. Navas cruzou da direita e De Jong deu um peixinho para igualar. Também de cabeça, só que aos 33, o atacante holandês virou a partida após cruzamento de Banega.

A Inter deu a resposta imediata, também na bola parada. Brozovic levantou a bola e Godín cabeceou para dar igualdade ao marcador.

Na etapa final, o Sevilla viu o zagueiro Diego Carlos ter sua redenção. A bola ficou viva na área depois do cruzamento de Banega e deu uma bicicleta. A bola desviou em Lukaku e morreu no fundo das redes.

Previous ArticleNext Article