Sport marca nos acréscimos e empata com a Chapecoense

Folhapress


O Sport esteve muito perto de sofrer mais uma derrota no Campeonato Brasileiro. No entanto, com gol nos acréscimos do segundo tempo, o time pernambucano arrancou empate por 1 a 1 com a Chapecoense neste domingo (5), na Ilha do Retiro.

A Chapecoense conseguiu abrir o placar logo na primeira chance, aos 12min da etapa inicial. Yann Rolim fez boa jogada pela esquerda e rolou para trás. Wellington Paulista, com um toque sutil, matou Magrão.

O Sport tentou pressionar após levar o gol, mas só assustou efetivamente no fim do primeiro tempo, em cabeçadas de Fellipe Bastos e Ronaldo Alves que passaram muito perto da trave de Jandrei. Pouco para acalmar a torcida, que vaiou a equipe rubro-negra na saída para o intervalo.

O técnico do Sport, Claudinei Oliveira, mexeu na equipe no intervalo e ao longo da etapa final, mas não viu uma reação efetiva de seus comandados. Quando substituiu Andrigo por Hygor, ainda ouviu gritos de “burro” das arquibancadas.

A tragédia já parecia desenhada, mas, nos acréscimos, Carlos Henrique, de cabeça, completou cruzamento de Claudio Winck e evitou a derrota em casa. O Sport, ainda assim, saiu vaiado pela torcida.

O resultado aumenta o jejum da equipe rubro-negra, que agora soma sete jogos seguidos sem vitória e aparece na 12ª colocação do torneio, com 20 pontos. Já os catarinenses seguem sem vencer como visitantes, mas deixam a zona da degola com o ponto conquistado -estão em 16º, com 18, um a mais que o Santos.

Chape e Sport voltam a campo no próximo domingo (12) pelo Brasileirão. A equipe do técnico Gilson Kleina recebe o Corinthians na Arena Condá. O time de Claudinei também joga em casa, contra o novo líder, o São Paulo.

Previous ArticleNext Article
[post_explorer post_id="542397" target="#post-wrapper" type="infinite" loader="standard" scroll_distance="0" taxonomy="category" transition="fade:350" scroll="false:0:0"]