STJD define Paranaense do tapetão na próxima quinta

O STJD marcou para às 10h30 da próxima quinta-feira (6), o julgamento do Caso Getterson, que poderá causar reviravolta n..

Redação - 03 de abril de 2017, 20:22

O STJD marcou para às 10h30 da próxima quinta-feira (6), o julgamento do Caso Getterson, que poderá causar reviravolta no Campeonato Paranaense, após a primeira rodada do mata-mata da competição. O caso, que já está em terceira instância poderá render a eliminação do Jotinha do Campeonato, a perda de 16 pontos e seu rebaixamento, a exclusão simples desta fase ou a absolvição do clube. Qualquer que seja a decisão, porém, o Estadual já ficou marcado pelo tapetão e tentativa de virada de mesa dos clubes que caíram ou foram eliminados.

O julgamento desta quinta coloca um final no caso originado em fevereiro, quando o Jotinha foi denunciado pela FPF junto ao TJD-PR por ter supostamente escalado o atacante Getterson de forma irregular em três partidas. A Procuradoria acatou a denúncia, mas ela foi revertida em segunda instância, sendo levada agora ao STJD.

O Toledo, rebaixado pelo que mostrou dentro de campo, é um dos mais interessados na ação. O clube tem o juiz Paulo Schmidt como seu advogado e caso o Tribunal não atenda as expectativas de condenar o Jotinha, o clube, assim como o Rio Branco devem recorrer e nesse caso, paralisar o campeonato.

Na última semana, antes da primeira rodada da segunda fase, as opiniões se dividiram a respeito da homologação da rodada ou não. Ela foi disputada, porém, o julgamento irá definir o rumo da competição.