Super Bowl: Mahomes busca virada e Chiefs vencem 49ers em Miami

Jorge de Sousa

NFL divulga tabela de jogos para a temporada 2020

Com uma grande recuperação liderada pelo quarterback Patrick Mahomes, o Kansas City Chiefs venceu o San Francisco 49ers por 31 a 20 e foi campeão do Super Bowl LIV. O duelo foi realizado neste domingo (2), no Hard Rock Stadium, em Miami, e contou com as presenças de Shakira e Jennifer Lopez no show do intervalo.

Esse foi o segundo título de Super Bowl da história dos Chiefs, que quebraram um jejum de 51 anos sem conquistas na NFL.

Mahomes se recuperou na partida após lançar duas interceptações. O quarterback comandou duas campanhas para touchdown no último quarto e terminou o jogo com três touchdowns lançados.

Já Jimmy Garoppolo não conseguiu matar o jogo e mais uma vez levantou dúvidas sobre seu peso dentro da boa campanha dos 49ers na temporada. O quarterback terminou o jogo com um touchdown e duas interceptações lançadas.

CELEBRIDADES PRESENTES

Antes da bola rolar, Yolanda Adams e Demi Lovato roubaram a cena em Miami. Adams é uma das principais cantoras gospel do mundo e cantou a tradicional música norte-americana “America is Beautiful”.

Já a cantora pop teve a responsabilidade de cantar o hino nacional norte-americano, em uma performance muito aplaudida no Hard Rock Stadium.

Já as atrações do intervalo foram as cantoras latinas Shakira e Jennifer Lopez. A dupla cantou sucessos como “Hips Don’t Lie”, “Whenever, Wherever”, “Waka Waka”, “Jenny From The Block” e “Get Right”, garantindo um dos shows do intervalo mais animados dos últimos anos do Super Bowl.

SUCESSORES DE TOM BRADY

Tom Brady é um dos maiores atletas da história da NFL e tem uma ligação com os dois quarterbacks em ação neste Super Bowl.

Garoppolo foi selecionado pelo New England Patriots na segunda rodada do Draft de 2014, sendo apontado desde o início como um sucessor natural de Brady. Mas a paciência do jovem terminou e ele decidiu sair de Boston, sendo trocado para os 49ers na metade da temporada de 2017.

Após praticamente um ano inteiro lesionado, Garoppolo mostrou nesta temporada como os Patriots podem ter cometido ao deixar sua jovem estrela sair. Comandando a equipe com melhor campanha da liga, o quarterback tenta vencer o primeiro Super Bowl dos 49ers nos últimos 26 anos.

Já Mahomes tenta se colocar como sucessor de Brady como “Rei da AFC”. Logo em sua primeira temporada como titular, o quarterback foi derrotado justamente pelo veterano na final da AFC no ano passado.

Mas nesta temporada, Mahomes venceu Brady na temporada regular e enquanto o veterano era eliminado logo na primeira rodada dos playoffs, protagonizou duas viradas dos Chiefs rumo ao Super Bowl.

Por falar em Brady, o quarterback anunciou por meio de um comercial do serviço de streaming Hulu, que irá voltar para uma próxima temporada na NFL junto aos Patriots. Ainda não se sabe o tempo de duração e nem os valores do novo contrato, mas segundo o repórter Ian Rapoport da NFL Network, os valores devem girar em US$ 30 milhões.

O JOGO

Kyle Juszczyk - San Francisco 49ers - Kansas City Chiefs - Patrick Mahomes - Shakira - Super Bowl - Jennifer Lopez
Fullback Kyle Juszczyk anota um acrobático touchdown para o San Francisco 49ers. (Reprodução/Twitter NFL)

Como esperado, o duelo foi pautado pelo equilíbrio. No primeiro tempo de jogo, o jogo terrestre das duas equipes apareceu em momentos importantes.

Com o jogo 3 a 0 para os 49ers, o running back Damien Williams recebeu um snap direto e conseguiu converter uma conversão de quarta descida para uma jarda na beira da end zone. Com a campanha viva, Mahomes correu para uma jarda e deixou o jogo em 7-3.

A resposta dos 49ers veio com corridas seguidas da dupla de running backs Tevin Coleman e Raheem Mostert, que correram 28 jardas em sequência, deixando a equipe na red zone adversária. Garoppolo aproveitou a chance e lançou o fullback Kyle Juszczyk em passe de 15 para o touchdown, deixando o jogo empatado em 10 a 10.

Os 49ers voltaram melhores do intervalo. Enquanto o linebacker Fred Warner forçou a primeira interceptação de Mahomes em playoffs, o ataque anotou dez pontos com um field goal de 42 jardas do kicker Robbie Gould e um touchdown terrestre de 1 jarda de Mostert.

Com a diferença em dez pontos e o tempo passando, os Chiefs focaram apenas no jogo aéreo. Mas Mahomes foi interceptado novamente, dessa vez em passe não recebido pelo wide-receiver Tyreek Hill, que parou nas mãos do safety Tarvarius Moore.

Mahomes ainda buscou deixar o jogo em uma posse de bola, comandando uma campanha de 68 jardas, que terminou em passe de uma jarda para o tight end Travis Kelce para o touchdown, deixando o jogo em 20 a 17 para os 49ers.

Garoppolo teve a chance de matar o jogo na sequência, mas sem o auxílio do jogo terrestre, o quarterback não conseguiu gastar o relógio e os Chiefs recuperaram a bola.

Mais uma vez Mahomes mostrou os motivos que o colocam como um dos melhores da liga e comandou outra campanha para touchdown. Dessa vez, o quarterback moveu os Chiefs por 65 jardas pelo campo e terminou a campanha com passe de cinco jardas para Williams.

A última posse de bola do jogo ficou com Garoppolo, que precisava de um touchdown para garantir a vitória dos 49ers. Mas o quarterback errou três dos cinco passes que tentou na campanha, sendo sackado pelo defensive end Frank Clark para encerrar a jogada.

A esperança dos 49ers residia em sua defesa, que precisava parar o ataque dos Chiefs em três jogadas. Mas Williams buscou uma corrida pela esquerda de 38 jardas para matar o jogo e garantir o título para Kansas City.

Previous ArticleNext Article