Thiago Wild garante vaga, mas desiste dos Jogos Olímpicos de Tóquio

Thiago Wild herdou uma das vagas nos Jogos Olímpicos de Tóquio após a desistência de diversos tenistas, mas optou por nã..

Pedro Melo - 14 de julho de 2021, 17:22

(Reprodução/Facebook/Hamburg European Open)
(Reprodução/Facebook/Hamburg European Open)

Thiago Wild herdou uma das vagas nos Jogos Olímpicos de Tóquio após a desistência de diversos tenistas, mas optou por não viajar para o Japão. Com isso, o Brasil segue com 301 representantes na Olimpíada que começa na próxima semana.

O paranaense de Marechal Cândido Rondon justificou que sofre com incômodo de quadril há três meses. Ele sentiu a lesão novamente nesta quarta-feira (14), no segundo set da derrota para o sérvio Laslo Djere, pelo ATP 500 de Hamburgo.

"Não foi fácil abrir mão da Olimpíada que é o sonho de qualquer jogador, mas fomos pegos de surpresa e nesse momento temos que agir com a razão e não com a emoção, afirmou Thiago Wild, em declaração enviada pela assessoria de imprensa.

Além da lesão, outro motivo para a desistência do brasileiro nos Jogos Olímpicos é a mudança brusca de superfície. Wild está na Europa para a disputa de torneios de saibro e teria que se adaptar em poucos dias ao piso rápido. "Avaliamos e ponderamos toda a situação. O Thiago vem sentindo um incômodo no quadril que ainda não está zerado. Fora isso, teríamos pouco tempo de adaptação à diferença de piso, viagem e fuso. Ele está há semanas jogando e seria um desgaste e um risco que poderiam comprometer o resto da temporada", avaliou o técnico João Zwetsch.

TÊNIS NOS JOGOS OLÍMPICOS SOFRE COM DIVERSAS DESISTÊNCIAS

O tênis nos Jogos Olímpicos de Tóquio terá diversos desfalques, entre eles o suíço Roger Federer e o espanhol Rafael Nadal. Já o sérvio Novak Djokovic, número um do mundo e campeão de Wimbledon no último domingo, ainda não confirmou a viagem para o Japão. O Brasil será representado por Thiago Monteiro e João Menezes em simples, e Marcelo Melo e Bruno Soares em duplas.

Enquanto isso, muitos tenistas optaram por seguir disputando os torneios do circuito. Esse é o caso de Thiago Wild, que disputa na próxima semana o ATP 250 de Gstaad, na Suíça. Ele conseguiu a vaga na chave principal na última terça-feira (13).

"O Thiago ainda é um garoto e terá a chance de jogar uma ou duas Olimpíadas. Por isso, decidimos continuar na gira europeia de saibro. Ele tem mais dos torneios pela frente, Gstaad e Kitzbuhel, e o Alex acabou de chegar aqui para tratá-lo e dar seguimento ao nosso planejamento", finalizou o treinador do paranaense.