Investigado pela polícia, Thiago Wild se defende de acusações da ex-namorada

Redação

Thiago Wild defesa Thayane Lima

O tenista Thiago Wild divulgou uma nota oficial sobre as acusações da ex-namorada, biomédica e influenciadora digital Thayane Lima. De acordo com informações do UOL, a polícia do Rio de Janeiro investiga o paranaense pelos crimes de violência psicológica, injúria e lesão corporal.

Thayane Lima contou ter vivido relacionamento abusivo com Thiago Wild. No começo de agosto, a influenciadora descobriu traições do atleta, terminou o relacionamento e está em tratamento psicológico e psquitátrico. Ela também entrou com ação de danos materiais e morais contra o ex-tenista.

Segundo Wild, ele foi vítima de calúnia e difamação. “Em relação às afirmações desairosas a meu respeito, tenho a esclarecer que se tratam de práticas difamatórias e caluniosas que igualmente são objeto de processos cíveis e criminais já em curso”, disse.

“Embora estarmos todos longe da perfeição, tenho tranquilidade em dizer que essas alegações falsas, fabricadas e vingativas, não são de forma alguma reflexo de meu caráter ou ações”, acrescentou o tenista.

Thiago Wild está afastado das quadras de julho e deve retornar na próxima semana na disputa do Challenger de Santiago, no Chile. “Retomo o foco da minha volta às quadras de tênis, esporte que amo e em algumas semanas estarei novamente competindo, levando com orgulho a bandeira brasileira. Deixo este infeliz assunto sob a responsabilidade da minha assessoria jurídica que tenho certeza, trabalhará para prevalecer a verdade”, comentou.

CONFIRA A NOTA NA ÍNTEGRA DE THIAGO WILD

Em razão das recentes publicações na mídia e em redes sociais, contendo as mais diversas afirmações inverídicas e difamatórias a meu respeito, venho a público prestar alguns esclarecimentos.

Conforme amplamente divulgado, decidi recentemente pelo fim do relacionamento afetivo que possuía até então. Em respeito às pessoas envolvidas e em nome da boa postura, mantive a questão no âmbito privado, conduta que infelizmente não foi mútua.

Inicialmente, a preservação da intimidade era postura comum entre nós, mas deixou de ser após o não pagamento de valores exorbitantes que me foram exigidos para que o rompimento não se transformasse em uma campanha publicamente difamatória ao meu respeito. Este crime do qual fui vítima já está sendo devidamente apurado pelas autoridades competentes.

Em relação às afirmações desairosas a meu respeito, tenho a esclarecer que se tratam de práticas difamatórias e caluniosas que igualmente são objeto de processos cíveis e criminais já em curso.

Embora estarmos todos longe da perfeição, tenho tranquilidade em dizer que essas alegações falsas, fabricadas e vingativas, não são de forma alguma reflexo de meu caráter ou ações.

Feitos os breves esclarecimentos sobre este assunto particular que trato com muita seriedade e tristeza, suas tratativas voltarão a ser conduzidas restritamente no âmbito privado e judicial, pois a preservação da intimidade alheia é também uma postura que se espera das pessoas de bem.

Retomo o foco da minha volta às quadras de tênis, esporte que amo e em algumas semanas estarei novamente competindo, levando com orgulho a bandeira brasileira. Deixo este infeliz assunto sob a responsabilidade da minha assessoria jurídica que tenho certeza, trabalhará para prevalecer a verdade.

Thiago Seyboth Wild

Previous ArticleNext Article
[post_explorer post_id="793643" target="#post-wrapper" type="infinite" loader="standard" scroll_distance="0" taxonomy="category" transition="fade:350" scroll="false:0:0"]