Tiago Nunes se despede do Athletico e vai treinar o Corinthians em 2020

Vinicius Cordeiro

tiago nunes corinthians athletico

Tiago Nunes não é mais o técnico do Athletico-PR. O comandante de 39 anos, maior técnico da história do clube, recusou a proposta do Furacão para renovar o contrato até 2021 e aceitou a proposta do Corinthians para substituir Fábio Carille, demitido no último domingo. A informação foi dada pelo jornalista Juca Kfouri, do UOL, na manhã desta terça-feira (5).

Os auxiliares Evandro Fornari e Kelly Guimarães, o preparador físico Túlio Flores e o analista de desempenho Pedro Sotero também vão a São Paulo. O salário do grupo inteiro será de R$ 850 mil, com contrato até o final do ano que vem.

A proposta do Furacão era de R$ 300 mil para Tiago Nunes até o final de 2021, mas foi recusada.

A reunião entre Tiago e Mario Celso Petraglia aconteceu na noite desta segunda-feira (4). A ideia do treinador era encerrar seu contrato – que vai até dezembro. Contudo, o homem-forte do clube optou pelo desligamento imediato.

Ainda não há informações sobre a busca do novo treinador do Athletico. Entre os possíveis nomes, estão Paulo Pezzolano, do Liverpool do Uruguai, e Eduardo Barroca, atualmente no Atlético Goianiense. Três nomes que estão sem clube também podem entrar na mira do Furacão: Sebastian Beccacece, ex-Independiente, Odair Hellmann, ex-Internacional, e Thiago Larghi, ex-Atlético Mineiro.

A ERA TIAGO NUNES

A passagem de Tiago Nunes foi marcada por títulos. (Geraldo Bubniak /AGB)

Contando o time de aspirantes e a equipe principal, são 104 jogos: 54 vitórias, 25 empates e 25 derrotas. Ou seja, um aproveitamento de 59,93%.

Em pouco mais de um ano, Tiago Nunes superou qualquer outro treinador da história do clube.

Conquistou os títulos da Copa do Brasil e da Copa Sul-Americana. Além disso, ergueu a taça da Levain Cup, no Japão, e do Paranaense 2018, quando ainda treinava o time de aspirantes.

Mesmo com os títulos e idolatria da torcida, Tiago recusa o posto de melhor da história.

“Não sou por um motivo muito claro. Eu vivo um momento no Athletico onde o clube tem uma estrutura física maravilhosa, ideias de futebol muito claras na formação e na equipe principal. Quem veio antes de mim, me possibilitou muito viver esse momento”, declarou após o título da Copa do Brasil, sobre o Internacional.

Ao lembrar de outros treinadores históricos do Athletico, Tiago lembrou de Geninho, Vadão e Pepe.

O primeiro conquistou o Campeonato Brasileiro de 2001, o primeiro título nacional do clube. Já Vadão foi o campeão da Seletiva de 1999, que classificou o clube para a Libertadores. Por fim, Pepe foi o treinador da campanha da Série B de 1995, levando o Rubro-Negro à elite do futebol brasileiro.

“Esses caras são pioneiros, tiveram trabalhos maiores antes de mim”, completou.

DESPEDIDA DO ATHLETICO

Tiago Nunes, junto com a comissão técnica, devem se despedir do Athletico ainda hoje. Ou seja, a última partida do treinador no comando do time foi no último final de semana, quando o Rubro-Negro venceu o CSA por 1 a 0.

A tendência é que eles tenham um período de descanso antes de assumir o Corinthians.

Tanto Athletico quanto o Corinthians entram em campo nesta quarta-feira (6), pela 31ª rodada do Campeonato Brasileiro.

Às 19h30, o Timão recebe o Fortaleza na Arena Corinthians. Já às 21h30, o Athletico encara o Cruzeiro na Arena da Baixada, em Curitiba.

Previous ArticleNext Article