Tite aceita proposta e fica na Seleção Brasileira até 2022

O técnico Tite aceitou o convite da Confederação Brasileira de Futebol (CBF) e permanece no comando da Seleção Brasileir..

Francielly Azevedo - 25 de julho de 2018, 20:58

Foto de Rodolfo Buhrer / La Imagem
Foto de Rodolfo Buhrer / La Imagem

O técnico Tite aceitou o convite da Confederação Brasileira de Futebol (CBF) e permanece no comando da Seleção Brasileira até a Copa do Mundo de 2022, no Catar. Além do treinador, o coordenador de Seleções, Edu Gaspar, também renovou contrato. O anúncio foi feito no início da noite desta quarta-feira (25) pela CBF. Nos próximos dias 7 e 11 de setembro o Brasil faz dois amistosos.

Tite foi contratado em 2016 para substituir Dunga. O comandante brasileira recebe cerca de R$ 600 mil por mês e não ganhará um aumento com o novo contrato. "A experiência desse primeiro ciclo estabeleceu uma relação de confiança entre todos, que vai se refletir no próximo passo", disse Tite em nota divulgada pela CBF.

 Para o treinador, o aprendizado servirá de base para a nova etapa, que tem grandes objetivos. "É um grande desafio e estamos felizes em enfrentá-lo, já com o foco voltado aos próximos jogos e competições", finalizou Tite, que soma 26 partidas à frente da Seleção Brasileira, com 20 vitórias, 4 empates e 2 derrotas.

A CBF não informou se os outros integrantes da comissão técnica serão mantidos.