Tocha olímpica desembarca no Paraná nesta terça-feira

Fernando Garcel


A chama olímpica desembarca em Londrina, no norte do Paraná, vinda de Assis (SP), nesta terça-feira (28). Depois, a tocha vai percorrer Arapongas, Maringá, Campo Mourão e Cascavel e, na quinta-feira (30), vai passar por Matelândia, Medianeira, São Miguel do Iguaçu, Santa Terezinha de Itaipu até Foz do Iguaçu.

Em Londrina, a tocha vai percorrer 13 quilômetros e deve contar com a participação do londrinense Giba, um dos maiores jogadores de vôlei do mundo.

Já em Maringá, na quarta-feira, 39 pessoas vão revezar a tocha por pouco mais de cinco quilômetros. O evento vai começar na avenida Gaspar Ricardo, às 9h, e termina no Estádio Willie Davids. Entre os responsáveis por carregar o fogo olímpico está Ricardinho, campeão das Olimpíadas de 2004 e presidente do Copel Telecom Maringá Vôlei, o ex-atleta de natação José Geraldo da Costa Moreira Filho e Leonardo Bortolini, que disputou os Jogos Olímpicos de Pequim, em 2008, pelo handebol e atualmente é técnico do time masculino do Maringá/Unimed/UEM/Unifamma.

> Tocha Olímpica suspende cirurgias eletivas no Paraná

Depois de percorrer o interior do estado e viajar ao Rio Grande do Sul e Santa Catarina, a Tocha Olímpica retorna ao Paraná por São José dos Pinhais, município da região metropolitana de Curitiba, no dia 14 de julho. Na capital, a chama vai percorrer 36 quilômetros nas ruas, iniciando no Museu Oscar Niemeyer e terminando na Ópera de Arame. Pelo menos 170 pessoas devem conduzir a tocha. No dia 15 de julho, o revezamento da tocha passa por Fazenda Rio Grande, Araucária, Campo Largo e Ponta Grossa, fechando no dia 16 em Castro, nos Campos Gerais.

Atentado

Um homem de 27 anos foi preso em Maracaju (MS) por tentar apagar a tocha olímpica com um balde d’água. A prisão ocorreu no domingo (26), quando o revezamento da tocha passava por cidades do sul do Mato Grosso do Sul. Após a prisão, ele pagou uma fiança de R$ 1 mil e foi liberado. Seu nome não foi divulgado pela polícia.

Na delegacia, ele foi indiciado pelo crime de dano ao patrimônio. Como o acusado pagou a fiança, deverá responder pelo ato em liberdade.

Segundo a Polícia Civil, o homem tentou apagar a tocha pois fez um desafio com amigos pelo Facebook. Após atirar água no objeto, ele foi detido por policiais militares e levado à delegacia.

 

Previous ArticleNext Article