Torcedores sequestram ônibus após Atletiba

Narley Resende


Um ônibus que faz a linha Cabral-Tamandaré chegou a ser “sequestrado” por um grupo de 50 torcedores na madrugada desta quinta-feira (30), na Rua Francisco Kruger, no bairro Cachoeira, em Almirante Tamandaré, Região Metropolitana de Curitiba.

Segundo testemunhas, o motorista e a cobradora foram retirados do ônibus à força. Enquanto o grupo quebrava os vidros do articulado, um dos membros tentava dirigir o coletivo. Dez minutos depois, o ônibus foi abandonado ainda em movimento, ficou sem controle e bateu contra dois carros. Não houve registro de feridos. Ninguém foi preso.

Vários outras ocorrências foram registradas antes e depois do jogo entre Coritiba e do Atlético-PR, no Couto Pereira, nesta quarta e quinta-feira.

Pelo menos quatro pessoas ficaram feridas depois de uma confusão no Terminal do Portão, em Curitiba. A Guarda Municipal dispersou o grupo com balas de borracha e bombas de efeito moral. Duas viaturas da Guarda participaram da ação. Segundo o Corpo de Bombeiros, dois adolescentes foram baleados nas pernas e encaminhados a hospitais.

“Na verdade tinham 150 torcedores do Coxa no terminal e chegaram outros 100 do Atlético, com paus e pedras. A gente utiliza armas com munição menos letal. Em seguida da confusão mantivemos as equipes ali para evitar nova confusão”, afirma o inspetor Cicarlos da Guarda Municipal.

 O jogo começou às 21h e a confusão no Terminal do Portão foi quase no mesmo horário. No terminal do Santa Cândida também houve briga com garrafas jogadas pelos torcedores. Pelo menos três ônibus e quatro estações-tubo foram depredadas, segundo registros da Urbs.

Previous ArticleNext Article