Joel Malucelli recebe agracedimento da torcida coxa-branca após assumir dívida

O empresário Joel Malucelli, que presidiu o Coritiba entre 1996 e 1997, assumiu uma dívida que impedia o clube de fazer novas contratações

Redação - 09 de julho de 2022, 14:18

Divulgação
Divulgação

Mensagens de agradecimento foram enviadas por torcedores do Coritiba ao empresário Joel Malucelli, que assumiu uma dívida do clube com o atacante argentino Ezequiel Cerutti. A resolução da pendência colocou fim ao transfer ban, punição da Fifa que impedia que o Coxa contratasse novos atletas.

Dessa forma, o alviverde pode reforçar o elenco a partir do dia 18, quando abre a janela de transferências. A dívida do clube com o atleta argentino passa a ser de responsabilidade do empresário e será paga nos termos do plano de recuperação judicial.

No site Coxanautas, e nas redes sociais, centenas de mensangens de apoio e agradecimento foram enviadas a Joel Malucelli. "Esse é coxa-branca de verdade! Parabéns para a diretoria e nossa gratidão ao Joel por demonstrar que o Coritiba pode voltar a ser gigante", dizia um dos comentários.

O empresário foi presidente do Coritiba entre 1996 e 1997, ao lado de Edison Mauad e Sergio Prosdócimo. O triunvirato conduziu o Coxa novamente a Série A e construiu o Centro de Treinamento (CT), além de outros feitos.

“Agradeço a todos os torcedores do nosso Coritiba que se manifestaram nas redes sociais pela nossa participação na defesa dos interesses, do crescimento e fortalecimento do nosso time, em relação à dívida judicial que impedia o Coxa de contratar novos reforços para o Campeonato Brasileiro”, disse o empresário Joel Malucelli.

+ Coritiba tem retornos para enfrentar o Juventude; confira o provável time

 
 
 
 
 
Ver essa foto no Instagram
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

Uma publicação compartilhada por Coritiba desde 96: COXAnautas (@coxanautasoficial)

O CASO DO TRANSFER BAN DO CORITIBA

A Fifa condenou o Coxa por conta da dívida com Ezequiel Cerutti em fevereiro de 2022. Como não houve o pagamento, o transfer ban foi aplicado em maio. A diretoria chegou a pedir autorização para que a dívida com o argentino fosse paga antes de outras. Porém, alguns credores reclamaram com o Tribunal de Justiça do Paraná, que negou a solicitação alviverde. Com isso, o clube fechou um acordo direto com Joel Malucelli.

Cerutti disputou apenas 14 jogos com a camisa coxa-branca e marcou dois gols. Ele deixou o clube em junho do ano passado, quando retornou para o San Lorenzo, da Argentina, onde joga até hoje.