Torcida recebe o Tubarão sob vaia e grito de pipoqueiro

Sob gritos de ""eiro eiro eiro, time de pipoqueiro" e "vergonha", os jogadores do Londrina foram recebidos na tarde dest..

Redação - 10 de fevereiro de 2017, 19:29

Sob gritos de ""eiro eiro eiro, time de pipoqueiro" e "vergonha", os jogadores do Londrina foram recebidos na tarde desta sexta-feira (10) no Aeroporto José Richa, no Norte Paranaense. Mas a revolta da torcida por causa da eliminação diante do fraco Gurupi, em Tocantins, pela Copa do Brasil, não ficou apenas nas broncas e jogadores chegaram a ser agredidos com tapas, xingamentos e muita perseguição.

O clima ficou tenso e o presidente do grupo SM, Sergio Malucelli, gestor do clube, colocou mais gasolina ao afirmar que a eliminação precoce deveria ser punida com uma multa a todo o elenco. Com o acirramento dos ânimos, houve a necessidade de reforço na segurança, com os guardas do aeroporto precisando proteger os atletas até a chegada do ônibus.

O técnico Claudio Tencati também foi criticado. O treinador chegou a bater boca com os torcedores mais exaltados. "Vergonha? O time estava morto", disse, ao lembrar que o Londrina estava na Série B do Estadual quando assumiu o comando, em 2011.  "Quando o resultado não aparece, acontece esse tipo de coisa. Nós já fizemos muitas coisas boas aqui", concluiu.