Tottenham vence City com gol de Kane nos acréscimos

O Tottenham venceu o Manchester City por 3 a 2 na tarde deste sábado (19) e seguiu vivo na briga pela vaga para a próxima Champions League.

Jorge de Sousa - 19 de fevereiro de 2022, 16:30

Reprodução/Twitter Tottenham
Reprodução/Twitter Tottenham

O Tottenham venceu o Manchester City por 3 a 2 na tarde deste sábado (19) e seguiu vivo na briga pela vaga para a próxima Champions League.

O gol da vitória do Tottenham foi marcado por Harry Kane aos 49 minutos do segundo tempo, sendo que Mahrez havia empatado o duelo três minutos antes.

A vitória deixou o Tottenham com 29 pontos, quatro abaixo do quarto colocado, Manchester United - último classificado para a Champions League atualmente.

Já o City permitiu que o Liverpool reduzisse para seis pontos a diferença na briga pela liderança da Premier League, sendo que os Reds tem um jogo a menos que os Blues na tabela.

As duas equipes voltam a campo no próximo sábado (26). O Tottenham viaja para enfrentar o Leeds United, enquanto o City duela com o Everton, em Liverpool.

KANE BRILHA E DÁ VITÓRIA AO TOTTENHAM NOS MINUTOS FINAIS

O Tottenham conseguiu abrir o placar logo aos quatro minutos. Kane lançou Son na direita e o atacante rolou para Kulusevski empurrar para as redes.

A resposta do City veio aos 16 minutos. João Cancelo disparou pela esquerda, fintou Emerson Royal e finalizou perto do poste esquerdo.

Lloris salvou o empate aos 18 minutos. Novamente João Cancelo apareceu na área, tabelando com Sterling e finalizando rasteiro para defesa do goleiro.

A pressão do City seguiu aos 19 minutos. Gundogan recebeu na entrada da área, limpou a marcação e carimbou o poste esquerdo.

O empate do City chegou aos 32 minutos. Sterling cruzou da esquerda, Lloris não conseguiu ficar com a bola pelo alto e Gundogan ficou com a sobra, batendo livre para o gol vazio.

A primeira chance do segundo tempo foi do City aos seis minutos. De Bruyne bateu escanteio da direita e Rúben Dias resvalou de cabeça, com a bola passando na pequena área sem ninguém completar.

O Tottenham respondeu aos oito minutos. Kane e Son tabelaram no ataque e o sul-coreano finalizou da entrada da área para Ederson defender no canto direito.

A dupla voltou a ser protagonista aos 12 minutos. Son cruzou da direita e Kane encontrou boa finalização no canto direito para recolocar o Tottenham na frente do placar.

Ederson salvou o terceiro gol do Tottenham aos 18 minutos. Novamente Son encontrou Kane na área, mas o goleiro foi ágil para fechar o ângulo e defender a finalização.

Lloris voltou a aparecer aos 19 minutos. Gundogan arriscou finalização da entrada da área e o goleiro se esticou para mandar a bola para escanteio.

O Tottenham chegou a ter um gol anulado aos 27 minutos. Kane foi acionado na área e finalizou no canto direito de Ederson, mas o VAR apontou impedimento no início da jogada.

O City tentou responder aos 30 minutos. Foden finalizou da entrada da área para Lloris espalmar e no rebote Mahrez finalizou perto do poste direito.

Aos 43 minutos, Bernardo Silva chutou da entrada da área e a bola explodiu no braço de Bentancur. Após avaliação na cabine do VAR, Anthony Taylor assinalou a penalidade para o City.

Mahrez foi para a cobrança e bateu no ângulo esquerdo de Lloris para empatar o duelo.

Só que o Tottenham foi buscar a vitória aos 49 minutos. Kulusevski cruzou da direita e da entra da área Kane testou firme no canto esquerdo para balançar as redes.

MANCHESTER CITY 2 X 3 TOTTENHAM

Local: Etihad Stadium, Manchester

Árbitro: Anthony Taylor

Assistentes: Gary Beswick e Adam Nunn

MANCHESTER CITY

Ederson, Rúben Dias, Laporte e João Cancelo; Rodri, Gundogan e De Bruyne; Bernardo Silva, Foden e Sterling (Mahrez). T.: Pep Guardiola

TOTTENHAM

Lloris, Romero, Dier e Davies; Emerson Royal (Doherty), Höjbjerg, Bentancur e Sessegnon (Davinson Sánchez); Kulusevski, Kane e Son (Lucas Moura). T.: Antonio Conte.

Gols: Kulusevski (4 minutos/1ºT), Gundogan (32 minutos/1ºT), Kane (12 minutos/2ºT e 49 minutos/2ºT) e Mahrez (46 minutos/2ºT)

Cartões amarelos: Höjbjerg e Lloris (TOT)

LEIA MAIS: Abner Vinícius renova contrato com Athletico até 2025