Uefa confirma fim da fase de grupos da Champions a partir de 2024

O Comitê Executivo da Uefa aprovou nesta terça-feira (10) um novo formato para a disputa das edições da Champions League a partir de 2024

UOL/Folhapress - 10 de maio de 2022, 16:33

(Reprodução/Twitter/Champions League)
(Reprodução/Twitter/Champions League)

O Comitê Executivo da Uefa aprovou nesta terça-feira (10) um novo formato para a disputa das edições da Champions League a partir de 2024. Com o aumento de 32 para 36 equipes, a confederação vai transformar a tradicional fase de grupos em uma única etapa em que todas as equipes farão oito jogos com oito adversários diferentes (quatro em casa e quatro como visitante). O coeficiente de clubes não será usado neste novo modelo.

Os oito melhores da primeira fase se classificam diretamente para as oitavas de final. Já as equipes que terminarem entre nona e 24ª posições disputarão play-offs de ida e volta para ir às oitavas.

"Estamos convencidos de que o formato escolhido atinge o equilíbrio certo e que melhorará o equilíbrio competitivo e gerará receitas sólidas que podem ser distribuídas aos clubes, ligas e ao futebol de base em todo o nosso continente, aumentando o apelo e a popularidade das nossas competições de clubes", disse Aleksander Ceferin, presidente da Uefa, a respeito das mudanças.

O Comitê Executivo da Uefa confirmou também que todos os jogos antes da final serão disputados ao meio da semana.

Veja como será a distribuição das vagas extras

- Uma vaga vai para o terceiro classificado no campeonato da federação que esteja na quinta posição no ranking das federações nacionais da Uefa. Atualmente, é o Campeonato Francês;

- Uma vaga será concedida a um campeão nacional, aumentando de quatro para cinco o número de clubes qualificados através do chamado "Caminho dos Campeões";

- As duas vagas restantes vão para federações com melhor desempenho coletivo dos seus clubes na temporada anterior (número total de pontos obtidos dividido pelo número de clubes participantes). Essas duas federações vão garantir um lugar para o clube melhor classificado na liga nacional atrás das posições na Uefa Champions League. Por exemplo, no final da temporada atual, as duas federações que somam um clube à Liga dos Campeões, com base no desempenho coletivo de seus clubes, seriam a Inglaterra e a Holanda.