UniCuritiba: Mestranda faz história ao entrar em diretoria da CBF

Advogada Samantha Mendes Longo é a primeira mulher a ocupar a diretoria jurídica da Confederação Brasileira de Futebol (CBF).

Redação - 01 de junho de 2022, 18:12

(Divulgação)
(Divulgação)

Especialista em Direito Empresarial e pacificação de conflitos, a mestranda do UniCuritiba Samantha Mendes Longo assumiu, neste mês, a diretoria jurídica da Confederação Brasileira de Futebol (CBF).

A advogada carioca é a primeira mulher a ocupar a função e a segunda a assumir uma diretoria na entidade. Essa é a primeira vez que a CBF, fundada em 1914, nomeia mulheres entre os principais executivos.

Autora de livros sobre recuperação empresarial e solução de conflitos, Samantha faz mestrado em Direito Empresarial e Cidadania no UniCuritiba – instituição que integra a Ânima Educação, uma das principais organizações de ensino superior do país.

 Orientada pela professora Dra. Viviane Coêlho de Sellos-Knoerr, a advogada está prestes a defender sua dissertação sobre a responsabilidade das empresas na pacificação dos conflitos.

“Escolhi o UniCuritiba pela linha de pesquisa do programa de mestrado.
Estudar o direito empresarial com o foco na cidadania está perfeitamente alinhado à minha área de trabalho, voltado nos últimos anos à desjudicialização e à propagação de métodos adequados de solução de litígios”, diz Samantha, com experiência de mais de 25 anos em contenciosos empresariais.

A dissertação da atual diretora jurídica da CBF defende, inclusive, que as empresas criem departamentos próprios para o tratamento dos conflitos internos e externos, desincentivando o ingresso de novos processos no Poder Judiciário. “As empresas são agentes responsáveis por fomentar e promover a pacificação dos conflitos sociais”, comenta.

Depois de adiar por alguns anos o ingresso no mestrado em função de demandas profissionais e pessoais, Samantha aproveitou a pandemia para retomar a jornada acadêmica.

 “Conheci o UniCuritiba por meio do professor Antônio Evangelista de Souza Netto, com quem escrevi um livro sobre recuperação empresarial e os métodos adequados de solução de conflitos. Não tive dúvidas de que o programa de mestrado era exatamente adequado à minha linha de pesquisa”, diz.

Segundo Samantha, o mestrado tem sido maravilhoso. “Uma experiência enriquecedora. Apesar do grande desafio que assumi junto à CBF, já vislumbro o doutorado”, avisa. Além de trabalhar na CBF, a advogada integra o Comitê Gestor de Conciliação do Conselho Nacional de Justiça (CNJ) e a Comissão Especial de Mediação da OAB Federal.