Uruguai e Japão empatam no duelo mais movimentado da Copa América

Vinicius Cordeiro

Copa América

No melhor jogo da Copa América 2019 até aqui, Uruguai e Japão empataram por 2 a 2 nesta quinta-feira (20). 33.492 mil pagantes acompanharam o duelo, válido pela segunda rodada do Grupo C, na Arena do Grêmio, em Porto Alegre. O público total foi de 39.733 pessoas a renda foi de R$ 6.613.630.

Só na primeira etapa, o atacante Miyoshi abriu o placar e viu o atacante Luis Suárez igualar em pênalti marcado com o auxílio do árbitro de vídeo (VAR). Na etapa final, Miyoshi colocou os japoneses na frente de novo, mas José Giménez, de cabeça, igualou tudo mais uma vez.

Não foi a primeira vez que quatro gols saíram no mesmo jogo, já que o Chile goleou os próprios japoneses por 4 a 0 e Paraguai e Catar empataram pelo mesmo placar. Entretanto, o embate entre as seleções fugiu do que vem sendo a regra do torneio até aqui, recheado de atuações medianas e nem tantas emoções.

CLASSIFICAÇÃO

Com o resultado, o Uruguai chega aos quatro pontos e é líder provisório da chave. Isso porque o Chile encara o Equador nesta sexta-feira (20), às 21h, na Arena fonte Nova, em Salvador. Caso triunfem, os chilenos assumem a ponta.

Por enquanto, os chilenos, com três pontos, aparecem na segunda posição. Japão, com um ponto, e os equatorianos, com nenhum, fecham a tabela.

A última rodada acontece na próxima segunda-feira (24), às 20h. Chile e Uruguai se encaram no Maracanã, enquanto o Japão duela contra o Equador no Mineirão. 

O JOGO

Não foi pelos quatro gols marcados que a partida pode ser a melhor. Mesmo os japoneses serem azarões (já que disputam o torneio com uma equipe sub-23), o embate entre as duas seleções uniu organização tática e vontade dos jogadores, resultando em diversas chances criadas para os dois lados.

Uruguai
Uruguaios saíram atrás do placar, mas buscaram a igualdade. Foto: Wesley Santos/PressDigital/AGB

Pela Celeste, os atacantes Luis Suárez e Cavani seguiram sendo os maiores nomes da Celeste. Cada um deles acertou uma bola na trave e os dois participaram do gol. Cavani sofreu o pênalti assinalado pelo juiz Andrés Rojas e Suárez quem converteu a penalidade. De Arrascaeta, meia do Flamengo, fez sua estreia na Copa América ao ter saído do banco de reservas no segundo tempo.

Do outro lado, Além de Miyoshi, autor dos gols japoneses, Nakajima se destacou. O camisa 10 criou ótimas oportunidades. O Japão já tinha feito uma boa estreia contra o Chile, apesar da goleada por 4 a 0, mas segue desperdiçando os ataques pela falta de qualidade.

Japão
Foto: Divulgação Twitter / Copa América

Previous ArticleNext Article