Coritiba perde para o Vasco e chega a quatro jogos sem vencer na Série B

Vinicius Cordeiro

vasco coritiba resultado série b

O Coritiba foi derrotado pelo Vasco da Gama por 2 a 1 neste sábado (16) e amargou a segunda derrota seguida na Série B do Campeonato Brasileiro. O atacante Germán Cano abriu o placar e Léo Gamalho igualou pelo Coxa aos 16 segundos da etapa final. No entanto, o meia Nenê decretou o triunfo carioca. O duelo, válido pela 30ª rodada, foi realizado em São Januário, no Rio de Janeiro.

Com o resultado, o Coxa permanece com 54 pontos, dois a mais que o Botafogo. O time chegou à quarta rodada sem vencer e vê os rivais da briga pelo acesso encostarem. O Alviverde tenta reverter a fase diante do Sampaio Corrêa na próxima terça-feira (19), às 21h30, no Couto Pereira.

Já o Vasco chegou aos 46 pontos e fica a quatro do Avaí, primeiro clube do G4. A equipe comandada por Fernando Diniz segue na luta por uma vaga no pelotão de cima para voltar à elite do futebol brasileiro. Os cariocas voltam a campo contra o Náutico no próximo domingo (24), às 16h, nos Aflitos.

JOGAR COMO LÍDERES, COBRA RAFINHA APÓS DESVANTAGEM NO 1º TEMPO

O jogo ficou marcado pela opção do técnico Gustavo Morínigo fazer uma aposta ousada. O paraguaio decidiu sacar o experiente Rafinha do time titular para a entrada do lateral Matheus Alexandre. A intenção foi aumentar o poder de marcação e aproveitar o contra-ataque, mas não funcionou.

Empurrado pela torcida, o Vasco pressionou o Coritiba e abriu o placar com Cano aos 18 minutos. Nenê encontrou Gabriel Pec, que chutou de fora da área. O goleiro Wilson deu rebote para o argentino mandar para as redes.

Com 37 minutos, Morínigo decidiu mudar e colocou Rafinha em campo e o jogador não escondeu a insatisfação com o estilo de jogo. “Nosso time entrou com uma estratégia de tentar se defender e ter oportunidades no contra-ataque. Não aconteceu. Sofremos um gol e não tivemos quase nenhum ataque. Depois, ele (Morínigo) tentou arrumar. O Vasco é uma grande equipe, mas os líderes do campeonato somos nós. Não temos que nos defender”, disse ele.

COXA REAGE RÁPIDO, MAS TOMA BALDE DE ÁGUA FRIA

Léo Gamalho encerrou jejum de cinco jogos sem marcar. (Divulgação/Coritiba)

O Coritiba chegou ao empate com 16 segundos do segundo tempo. Rafinha cruzou da direita, logo após a saída de bola, e Léo Gamalho completou para as redes após falha do zagueiro Ricardo Graça.

Contudo, o balde de água fria foi logo depois. Aos dois minutos, Riquelme chutou cruzado, Cano desviou e Nenê completou para voltar a dar vantagem ao Vasco. Depois de minutos de revisão, o VAR confirmou a posição legal do meia e validou o gol.

O Coxa ganhou força ofensiva com a entrada de Waguininho, mas não conseguiu criar nenhuma grande chance de perigo. Pelos donos da casa, Cano recebeu dentro da área e carimbou Henrique na finalização.

VASCO 2 x 1 CORITIBA 

30ª rodada da Série B

Data, horário e local: sábado (16/10), às 16h30, em São Januário, no Rio de Janeiro.

Gols: Cano (18/1ºT); Léo Gamalho (16segundos/2ºT) e Nenê (2/2ºT).

Cartões amarelos: Marquinhos Gabriel, Ricardo e Cano (VAS); Luciano Castán e Léo Gamalho (CFC).

Vasco: Lucão, Zeca (Léo Matos), Ricardo Graça, Leandro Castán e Riquelme (Wálber); Bruno Gomes, Marquinhos Gabriel e Nenê (Léo Jabá); Gabriel Pec (Romulo), Morato (MT) e Germán Cano. Técnico: Fernando Diniz.

Coritiba: Wilson; Natanael, Henrique, Luciano Castán e Guilherme Biro; Jhony (Gustavo Buchecha), Val e Robinho (Waguininho); Matheus Alexandre (Rafinha), Igor Paixão e Léo Gamalho. Técnico: Gustavo Morínigo.

Arbitragem: Wilton Pereira Sampaio (GO), auxiliado por Fabrício Vilarinho da Silva (GO) e Bruno Raphael Pires (GO). O árbitro de vídeo é Elmo Alves Resende Cunha (GO).

Previous ArticleNext Article
[post_explorer post_id="796920" target="#post-wrapper" type="infinite" loader="standard" scroll_distance="0" taxonomy="category" transition="fade:350" scroll="false:0:0"]