Vasco marca aos 50min, vence Fluminense e faz final com Botafogo

Folhapress


O Vasco está na final do Campeonato Carioca. Em uma partida de duas viradas e com emoção até o fim, o time cruzmaltino marcou aos 50 minutos da etapa final, venceu de virada o Fluminense por 3 a 2, nesta quinta-feira (29), e se classificou para enfrentar o Botafogo na decisão. O gol da vitória foi marcado por Fabrício.
O jogo foi marcado por duas viradas. A primeira do Tricolor, a segunda do Cruzmaltino, graças à entrada do jovem atacante Paulinho.
Esta será a terceira final entre Vasco e Botafogo nos últimos quatro anos do Estadual. Nas duas primeiras a equipe de São Januário levou a melhor. A decisão acontecerá em dois jogos, sendo o primeiro já neste domingo (1º) e o outro dia 8 de abril.
O clássico começou agitado. Logo aos 5min, Riascos chutou e deu um susto na torcida do Fluminense. O Tricolor, porém, reagiu no minuto seguinte com um chute perigosíssimo do lateral Ayrton Lucas.
O primeiro gol do Vasco aconteceu aos 26min do primeiro tempo, quando Yago Pikachu deu uma linda caneta em Richard, cruzou, a zaga rebateu e, na sobra, Giovanni Augusto chegou fuzilando a meta de Julio Cesar.
O gol de empate do Fluminense aconteceu aos 38min do primeiro tempo, quando Gilberto deu uma linda finta de corpo em Fabrício e cruzou para trás, encontrando Pedro que, com faro de artilheiro, empurrou para o fundo da rede. O jovem se isolou na artilharia da competição.
Logo aos 3min do segundo tempo, o Fluminense teve uma falta na meia-lua vascaína. Sornoza cobrou, a bola passou no meio da barreira cruzmaltina, bateu na trave direita e entrou. A virada tricolor.
Pouco tempo depois, aos 10, o Fluminense puxou um contra-ataque rápido e quase ampliou, mas Sornoza chutou colocado e a bola foi para fora, levando perigo.
Menino de ouro, Paulinho entrou no segundo tempo e mostrou o motivo pelo qual está sendo observado por clubes europeus. Ele arrancou com a bola aos 24 minutos, tabelou com Wellington, recebeu de volta e chutou com categoria, no canto esquerdo, sem chance para o goleiro Julio Cesar. Foi o empate do Vasco.
Aos 33 minutos do segundo tempo, Sornoza cruzou na área e Ibañez cabeceou bonito. A bola passou rente à trave de Martín Silva.
Mas aos 50min veio a virada do Vasco. Em uma cobrança de falta no meio-campo, a bola foi levantada na área tricolor até um desvio de cabeça. A bola sobrou na esquerda da área para Fabrício, que fuzilou para o gol, marcando o terceiro do time de Zé Ricardo.

Previous ArticleNext Article
[post_explorer post_id="513831" target="#post-wrapper" type="infinite" loader="standard" scroll_distance="0" taxonomy="category" transition="fade:350" scroll="false:0:0"]