Vasco vence Atlético-MG e abre distância da zona de rebaixamento

Jorge de Sousa

Vasco vence Atlético-MG e abre distância da zona de rebaixamento do Campeonato Brasileiro

O Vasco da Gama venceu o Atlético-MG por 3 a 2 na noite deste sábado (23) e conseguiu abrir distância da zona de rebaixamento do Campeonato Brasileiro.

Germán Cano (duas vezes) e Yago Pikachu marcaram os gols da vitória do Vasco, com Hyoran e Eduardo Sassha descontando para o Atlético-MG no segundo tempo.

O duelo foi realizado em São Januário, no Rio de Janeiro, sem a presença de público devido a pandemia da Covid-19.

A vitória deixou o Vasco com 35 pontos e como Sport e Bahia (ambos com 32 pontos) se enfrentam nesta rodada, ao menos uma dessas equipes vai terminar abaixo da equipe de São Januário.

Já o Atlético-MG perdeu a chance de se manter encostado na briga pelo título. A equipe ficou com 54 pontos, cinco abaixo do líder Internacional, que ainda joga nesta rodada contra o Grêmio no Beira-Rio.

As duas equipes voltam a campo no próximo domingo (31) pelo Campeonato Brasileiro. O Vasco recebe o Bahia em São Januário, às 16h, enquanto o Atlético-MG duela no Mineirão contra o Fortaleza, às 17h.

VASCO SOBREVIVE A SUSTO NO INÍCIO EM NOITE DE GERMÁN CANO

Aos 10 minutos, Hyoran bateu falta lateral e Léo Matos acertou o braço direita na bola. Após revisão no VAR, o árbitro Vinícius Gonçalves Dias Araújo assinalou a penalidade.

Hyoran pediu a bola e bateu firme no poste esquerdo, dominando a bola na sequência. Como a bola não tocou em nenhum jogador do Vasco da Gama, o árbitro marcou infração do meia.

A resposta do Vasco veio aos 15 minutos. Benítez cruzou da direita para Yago Pikachu, que dominou e girou sem deixar a bola cair, finalizando rente ao poste direito.

O Vasco conseguiu abrir o placar aos 17 minutos. Guilherme Arana deu bobeira e Léo Matos tocou de cabeça para Germán Cano bater na saída de Everson.

A trave voltou a salvar o Vasco aos 21 minutos. Keno fez fila pelo centro de campo e encontrou Savarino na área, mas a finalização do atacante carimbou o poste esquerdo.

Só que foi o Vasco quem balançou as redes aos 31 minutos. Léo Matos cruzou da direita e Yago Pikachu finalizou na trave direita, mas pegou o próprio rebote para mandar para o gol vazio.

Cano perdeu grande chance para ampliar o marcador aos 36 minutos. Léo Matos novamente alçou a bola da direita, a zaga do Atlético-MG afastou para o alto e o centroavante tentou emendar de primeira, mas furou o chute na área.

O árbitro Vinícius Gonçalves Dias Araújo voltou para a cabine do VAR aos seis minutos do segundo tempo. Vinícius em campo assinalou pênalti de Leandro Castan em Jair, mas na revisão verificou que o volante forçou o contato e por isso voltou atrás na marcação.

A estrela de Cano voltou a brilhar aos 13 minutos. Benítez fez belo passe por elevação para o centroavante, que dominou no peito e bateu de sem pulo no canto direito de Everson.

O Atlético-MG ainda conseguiu descontar aos 22 minutos. Hyoran aproveitou bola rebatida na entrada da área e bateu colocado no canto direito de Fernando Miguel.

O goleiro do Vasco fez grande defesa aos 26 minutos. Hyoran bateu escanteio da direita e Gabriel testou firme no primeiro poste para Fernando Miguel defender com o braço esquerdo.

Marrony também teve boa oportunidade aos 43 minutos. Keno cruzou da esquerda e o atacante testou firme, mas por cima da meta.

Ainda deu tempo do Atlético-MG anotar mais um gol. Guga bateu escanteio da direita, Hyoran desviou no primeiro poste e Eduardo Sasha desviou de peixinho para o fundo das redes.

LEIA MAIS: São Paulo cede empate ao Coritiba e perde chance de voltar a liderança

Previous ArticleNext Article
[post_explorer post_id="740987" target="#post-wrapper" type="infinite" loader="standard" scroll_distance="0" taxonomy="category" transition="fade:350" scroll="false:0:0"]