Vereador propõe trocar o nome de praça em frente à Arena para Barcímio Sicupira

Pedro Melo

Praça Athletico Barcímio Sicupira Afonso Botelho

A praça Afonso Botelho, em frente à Arena da Baixada, pode mudar de nome para Barcímio Sicupira. Essa é a proposta do vereador Professor Euler (PSD) para homenagear o ídolo do Athletico, que morreu no domingo (07) aos 77 anos.

Em conversa com a reportagem do Paraná Portal, o vereador explicou que a ideia surgiu após pedidos de torcedores do Athletico. “Não existe um ídolo maior para o Athletico Paranaense que o Sicupira. É um cara que tem uma identificação enorme com o clube e toda a torcida. Logo depois do falecimento dele, alguns torcedores entraram em contato comigo e manifestaram o desejo da mudança de nome”, disse.

“Vale destacar que o Sicupira jogou na base do Coritiba e do Colorado. Era uma unanimidade. Não tem uma pessoa que não gosta do Sicupira. É um ídolo do esporte paranaense, não apenas de uma torcida”, acrescentou Professor Euler.

O vereador acredita que o projeto, que ainda vai passar por diversas comissões, deve ir para o plenário em Curitiba em até cinco meses. “Como é um projeto que ninguém deve ir contra, talvez isso acelere a tramitação. Tem que passar pela comissão de constituição e justiça. Acredito que passa também pelo meio ambiente, por ter ligação com uma praça, e certamente pela comissão de educação”, explicou.

A IMPORTÂNCIA DE BARCÍMIO SICUPIRA PARA O FUTEBOL PARANAENSE

Sicupira é o maior artilheiro da história do Athletico, com 158 gols marcados, tendo logo na estreia com a camisa rubro-negra marcado um gol de bicicleta frente ao São Paulo.

Como jogador, Sicupira ainda acumulou passagens de destaque pelo Botafogo, pelo Corinthians e pelo Botafogo de Ribeirão Preto. No time carioca, o ‘Craque da 8’ jogou ao lado de Garrincha e Zagallo. Já no Timão, ele foi companheiro de Rivellino.

A marca de 158 gols marcados pelo Athletico se torna ainda mais expressiva, porque ele encerrou a carreira com apenas 31 anos de idade, em 1975.

Desde 1999, Sicupira ganhou destaque também fora dos gramados e se tornou comentarista esportivo, trabalhando em quatro Copas do Mundo e diversas competições pela rádio Banda B.

Previous ArticleNext Article
[post_explorer post_id="801961" target="#post-wrapper" type="infinite" loader="standard" scroll_distance="0" taxonomy="category" transition="fade:350" scroll="false:0:0"]