Verstappen supera Leclerc e é pole no sprint em Ímola; Hamilton sai em 13º

O piloto Max Verstappen, da Red Bull, garantiu a liderança no treino classificatório do GP da Emilia-Romagna, em Ímola.

UOL/Folhapress - 22 de abril de 2022, 15:28

(Reprodução/@Max33Verstappen)
(Reprodução/@Max33Verstappen)

Max Verstappen é o pole position e vai largar na frente, neste sábado (23), no sprint do GP da Emilia-Romagna de Fórmula 1. O piloto da Red Bull fez o melhor tempo no treino classificatório desta sexta, com 1min27s999, no Autódromo Enzo e Dino Ferrari, em Ímola, na Itália.

O atual campeão mundial foi mais rápido que Charles Leclerc na reta final do Q3 e conseguiu super o monegasco, que havia sido o mais veloz mais cedo no primeiro treino livre.

Já Lewis Hamilton, da Mercedes, ficou no Q2 e sai apenas em 13º. A segunda fila no grid do sprint terá Lando Norris, da McLaren, e o surpreendente Kevin Magnussen, da Haas.

A Fórmula 1 retorna neste sábado com o segundo treino livre, às 7h30 (de Brasília). Mais tarde, será a vez do sprint, com largada às 11h30. O vencedor do sprint largará na frente na corrida de domingo (24).

Q1

A pista menos molhada fez com que a maioria dos pilotos optasse por começar o Q1 com pneus intermediários, mas logo o treino foi interrompido com uma bandeira vermelha depois que o freio traseiro direito da Williams de Alexander Albon começou a pegar fogo. O piloto conseguiu retornar aos boxes e não voltou para a pista.

Na retomada da bandeira verde, com a pista mais seca, os pilotos foram de pneus slick. Hamilton chegou a cair para a zona de corte nos minutos finais. Com o cronômetro zerado, o britânico parecia fora do Q2, mas conseguiu fechar em 15º, o último a se garantir na próxima fase do treino classificatório.

Foram eliminados no Q1: Albon, Ocon, Latifi, Gasly e Tsunoda.

Q2

Sainz abriu o Q2 com volta rápida depois de ser avisado que os pilotos tinham tempo de dar apenas uma ou duas voltas antes de nova chegada da chuva. Porém, pouco depois, o espanhol rodou e bateu sua Ferrari no muro, o que forçou nova bandeira vermelha no treino a 10 minutos do fim.

O treino foi retomado depois que a chuva já havia voltado a cair em Ímola. Com pista molhada, ninguém superou Verstappen, que fez 1min18s793 antes da bandeira vermelha.

Azar de Hamilton, que era o 13º antes da batida e da chuva e acabou fora do Q3, assim como a outra Mercedes, de George Russell, em 11º.

Foram eliminados no Q2: Russell, Schumacher, Hamilton, Zhou e Stroll.

Q3

Os pilotos foram para a pista com pneus intermediários na chuva, mas o treino logo teve nova bandeira vermelha depois que Magnussen perdeu o controle, mas não chegou a bater e conseguiu retornar para a pista.

No reinício do Q3, Leclerc fazia o melhor tempo, mas de novo teve bandeira vermelha. Valtteri Bottas, da Alfa Romeo, teve um problema e encostou o carro do lado de fora da pista.

Com menos de três minutos para o fim, os pilotos tiveram tempo para uma última volta rápida. Verstappen saiu dos boxes na frente de Leclerc, achou boa volta e ainda viu Norris perder o controle, o que resultou em mais uma bandeira vermelha nos segundos finais. Sem tempo para abrir uma nova volta, o monegasco da Ferrari ficou com o segundo melhor tempo.

Veja o grid de largada do sprint do GP da Emilia-Romagna:

1. Max Verstappen (Red Bull)
2. Charles Leclerc (Ferrari)
3. Lando Norris (McLaren)
4. Kevin Magnussen (Haas)
5. Fernando Alonso (Alpine)
6. Daniel Ricciardo (McLaren)
7. Sergio Pérez (Red Bull)
8. Valtteri Bottas (Alfa Romeo)
9. Sebastian Vettel (Aston Martin)
10. Carlos Sainz (Ferrari)
11. George Russell (Mercedes)
12. Mick Schumacher (Haas)
13. Lewis Hamilton (Mercedes)
14. Guanyu Zhou (Alfa Romeo)
15. Lance Stroll (Aston Martin)
16. Yuki Tsunoda (AlphaTauri)
17. Pierre Gasly (AlphaTauri)
18. Nicholas Latifi (Williams)
19. Esteban Ocon (Alpine)
20. Alexander Albon (Williams)