Três vítimas do incêndio no CT do Flamengo jogaram no Athletico; confira as homenagens

Três vítimas do incêndio no Centro de Treinamento do Flamengo na madrugada desta sexta-feira (8) já defenderam o Athleti..

Vinicius Cordeiro - 08 de fevereiro de 2019, 14:42

Foto: Reprodução Facebook
Foto: Reprodução Facebook

Três vítimas do incêndio no Centro de Treinamento do Flamengo na madrugada desta sexta-feira (8) já defenderam o Athletico.

O goleiro Bernardo Pisetta, o meia Gedson Santos e o atacante Victor Isaías não sobreviveram à tragédia da Zona Oeste do Rio de Janeiro. Os três estavam com apenas 14 anos e eram de Santa Catarina.

O goleiro Pisetta era de Indaial e defendeu o Furacão até julho do ano passado. Já Gedson, conhecido também por "Gedinho", e Victor nasceram em Florianópolis.

O atacante Victor Isaías começou sua carreira no futsal do Figueirense. Em 2014, foi artilheiro da Copa Catarinense sub-11, ajudando o time a se sagrar campeão. Já no ano passado, já com a camisa do Furacão, foi o maior goleador da ES-CUP, um dos principais torneios entre categorias de base, e acabou se transferindo ao clube carioca em agosto. Também foi empresariado pelo consagrado ex-meia Sávio, que atuou pelo Flamengo na década de 90.

Todos eles também defenderam o Trieste Futebol Clube, clube amador de Curitiba. O time do bairro de Santa Felicidade postou uma homenagem aos três no Facebook.

Vítimas e feridos

Outros quatro nomes foram divulgados. Athila Paixão, de 14 anos, nasceu na cidade de Lagarto, no Sergipe, e estava no Urubu desde abril do ano passado.

Já o zagueiro Arthur Vinícius de Barros Silva Freitas era de Volta Redonda e completaria 15 anos neste sábado (9).

O goleiro Christian Esmério era uma das grandes promessas do futebol brasileiro. Ele acumulava convocações para a seleção brasileira sub-15 e tinha foto com o técnico Tite.

Pablo Henrique da Silva Matos era de Oliveira, em Minas Gerais, e é primo mais novo do zagueiro Werley, que defende o Vasco atualmente após ter passagem pelo Coritiba em 2017.

Dois dos três feridos passam bem. Em pior estado, o zagueiro Jonathan Ventura ficou com 30% do corpo queimado e passou por cirurgia no Hospital Lourenço Jorge durante a manhã. Já o goleiro Francisco Diogo Bento Alves e o atacante Cauan Emanuel Gomes Nunes não correm riscos.

Homenagens

Com repercussão internacional, o episódio ganhou destaque das redes sociais. Várias figuras famosas prestaram homenagens às vítimas, enquanto a Federação de Futebol do Estado do Rio de Janeiro  (FERJ) adiou os jogos da semifinal da Taça Guanabara, que seriam realizados neste final de semana. Vasco e Resende se enfrentam na quarta-feira (13), às 21h30, e o clássico entre Flamengo e Fluminense está previsto para a quinta-feira (14), às 20h30. As duas partidas vão acontecer no Maracanã.

O presidente do Flamengo, Rodrigo Landim, afirmou que todos do clube estão consternados: "é a maior tragédia pela qual o clube já passou em 123 anos de história", disse. Já o governador do Rio de Janeiro, Witson Witzel, declarou luto de três dias pela tragédia.

Confira outras homenagens:

https://www.instagram.com/p/BtnjLRLFM9f/

https://twitter.com/vini11Oficial/status/1093831022448443392?ref_src=twsrc%5Etfw%7Ctwcamp%5Etweetembed%7Ctwterm%5E1093831022448443392&ref_url=https%3A%2F%2Fgloboesporte.globo.com%2Ffutebol%2Ftimes%2Fflamengo%2Fnoticia%2Fvinicius-junior-lamenta-incendio-no-ninho-que-noticia-triste-oremos-por-todos.ghtml

https://www.instagram.com/p/BtntDYXgr6J/

https://twitter.com/ribasdiego10/status/1093855907774164992

https://twitter.com/fcbarcelona_br/status/1093880750187970565

https://twitter.com/AthleticoPR/status/1093902500426645504

https://twitter.com/Coritiba/status/1093818479252303872

https://twitter.com/ParanaClube/status/1093822283045629953