Vôlei: Brasil perde a final para os Estados Unidos e fica com a prata nas Olimpíadas

Pedro Melo

Brasil seleção brasileira feminina vôlei Estados Unidos medalha prata Olimpíadas

A seleção brasileira feminina de vôlei ficou com a medalha de prata nas Olimpíadas de Tóquio. Na grande decisão, o Brasil parou nos Estados Unidos por 3 sets a 0, parciais de 25-21, 25-20 e 25-14.

A campanha da medalha de prata do Brasil teve cinco vitórias na fase de grupos contra Coreia do Sul, Japão, República Dominicana, Sérvia e Quênia. No mata-mata, a seleção feminina ganhou do Comitê Olímpico Russo nas quartas de final e da Coreia do Sul na semi por 3 sets a 0.

Essa é a primeira vez na história que a seleção brasileira conquista a medalha de prata nas Olimpíadas. O Brasil já ganhou dois ouros – Pequim-2008 e Londres-2012 – e dois bronzes – Atlanta-1996 e Sydney-2000. A campanha em Tóquio foi melhor que na Rio-2016, quando caiu nas quartas de final para a China.

“A gente sempre busca a vitória, principalmente em final Olímpica, mas os Estados Unidos jogaram melhores. Eles venceram nas últimas competições que jogam. Chegar aqui já é uma vitória para a gente e poucas pessoas sabem o que passamos e o que trabalhamos. O grupo está de parabéns e chegamos à final invictas. Viemos como quinto e sexto na lista e é motivo de orgulho chegar à final”, afirmou a ponteira Natália, em entrevista à Globo.

A prata do vôlei feminino é a última medalha do Brasil nas Olimpíadas de Tóquio. A delegação brasileira encerra a melhor participação na história com sete ouros, seis pratas e oito bronzes. Existia a possibilidade de ultrapassar os sete ouros da Rio-2016, mas o vôlei e Bia Ferreira, no boxe, perderam nas finais no último dia de competições.

CONFIRA A TABELA DA SELEÇÃO BRASILEIRA FEMININA DE VÔLEI NAS OLIMPÍADAS DE TÓQUIO

  • Brasil 3×0 Coreia do Sul – 25/10, 25/22 e 25/19
  • Brasil 3×2 República Dominicana – 22/25, 25/17, 25/13, 23/15 e 15/12
  • Brasil 3×0 Japão – 25/16, 25/18 e 26/24
  • Brasil 3×1 Sérvia – 25/20, 25/16, 23/25 e 25/19
  • Brasil 3×0 Quênia – 25/10, 25/16 e 25/8
  • Brasil 3×1 Comitê Olímpico Russo – 23/25, 25/21, 25/19 e 25/22
  • Brasil 3×0 Coreia do Sul – 25/16, 25/16 e 25/16
  • Brasil 0×3 Estados Unidos – 25/21, 25/20 e 25/14

Previous ArticleNext Article
[post_explorer post_id="781630" target="#post-wrapper" type="infinite" loader="standard" scroll_distance="0" taxonomy="category" transition="fade:350" scroll="false:0:0"]