“Eu vejo flores”: documentário e exposição retratam o sistema penitenciário feminino

Mariana Ohde


Curitiba recebe, a partir desta quinta-feira (6), às 19h, o primeiro documentário e exposição fotográfica pública sobre o sistema penitenciário feminino, promovidos pelo Instituto Aurora. A exibição do filme será realizada na sala de cinema do Paço da Liberdade, na Praça General Marques, no centro de Curitiba. A mostra de fotos ficará exposta em frente ao Paço.

O documentário, chamado “Eu vejo flores”, tem como objetivo dar voz às mulheres brasileiras privadas de liberdade. São 18 minutos de imagens e depoimentos colhidos durante ações conduzidas pelo Instituto Aurora em unidades prisionais do Paraná.

Já a exposição fotográfica, de mesmo nome, e de autoria da fotógrafa e parceira do Instituto Aurora, Elis Alves. As imagens traduzem os diferentes tipos de violência e violação de direitos humanos enfrentadas por, pelo menos, 95% das brasileiras presas.

Foto: Divulgação

Nas fotos, corpos de mulheres apresentam informações sobre essas violências, além de dados do perfil da mulher encarcerada no Brasil. A exposição ficará aberta apenas na noite do dia 6 de dezembro. “Antes desses corpos estarem aprisionados e dessas mulheres serem vistas como ‘indignas’, elas são seres humanos e suas vidas fazem parte da nossa humanidade”, diz Michele Bravos, diretora do Instituto Aurora.

A ideia do “Eu Vejo Flores” é convidar o expectador a enxergar as histórias apresentadas com outros olhos. O conceito da exposição é das irmãs Annie Libert e Katrin Libert, também parceiras do Instituto.

Elizandra, a advogada e professora Priscilla Placha Sá, especialista em Direito Penal, e a equipe envolvida na execução do filme e da exposição também participam de uma roda de conversa que acontece logo após a exibição do documentário. Serão discutidos temas como justiça restaurativa, empatia e possibilidades de melhorias e adequações no sistema prisional.

Saiba mais na página do evento.

Previous ArticleNext Article
Mariana Ohde
Repórter no Paraná Portal