“Entre dois mundos, uma história de amor” é lançado em Curitiba

Assessoria


Foi lançado na noite desta quinta-feira (30) o livro “Entre dois mundos, uma história de amor”, da autora curitibana Larissa Ribeiro. O lançamento foi na Livraria da Vila, no Pátio Batel, em Curitiba.

Entre dois mundos, uma história de amor mostra como a autora, ao lado do marido Daniel Ribeiro, deu novo significado ao amor para cuidar da filha Aline, de 21 anos, com síndrome de autismo, a inspirar outras pessoas.

Assim como fez com Aline, personagem central do livro, que tem suas próprias vontades, desejos e ambições, a própria autora teve que rever conceitos. Esta foi e tem sido uma aprendizagem mútua, com grandes descobertas.

“Quando decidi ser mãe, eu achei que a ordem natural era eu ensinar minha filha, mas, diante da realidade do autismo, eu me sentei no banco de aluna, para aprender com a minha encantadora de pessoas”, conta Larissa. E complementa: “O autismo traz uma peculiaridade de lisura; de finesse de caráter”.

Larissa conta que, de mãe protetora, foi ressignificando seus conceitos, valores e forma de ver o mundo, do quanto estava disposta a fazer a entrega de si mesma. “Só foi possível transformar essa história em livro pelos capítulos que foram formados pela nossa convivência.”

O livro surgiu há sete anos. Se ela teve dúvidas para escrever? Claro, foram muitas. Mas o grande incentivo da família e dos amigos fez com que ela superasse o medo.

Em um dos episódios marcantes do livro, Larissa conta que chegou a ser expulsa de uma panificadora em Curitiba, porque “estava incomodando os fregueses”. A reação agressiva de um dos clientes do estabelecimento foi um marco divisor na vida de Larissa que, a partir dali, sabia que nunca mais aceitaria passar por uma situação dessas.

A força veio da maturidade de estar disposta e fortalecida para combater o preconceito de uma sociedade pouco preparada para lidar com o diferente.

Mas o livro não trata de lamúrias, o grande legado que sua leitura deixa é mesmo o da premissa de que o amor vence tudo. Se não é pela dor, é pelo amor. Entre um lapso e outro, durante a construção do livro, Larissa conta que precisou parar por causa de crises nervosas da Aline. Nesse período, ela e Daniel se intercalavam para cuidar da filha. No amparo um do outro, eles percorreram esse caminho, respeitando o tempo de Larissa, de Aline e de Daniel.

Previous ArticleNext Article
[post_explorer post_id="549707" target="#post-wrapper" type="infinite" loader="standard" scroll_distance="0" taxonomy="category" transition="fade:350" scroll="false:0:0"]