Advogada Patrícia Casillo morre aos 48 anos após sofrer infarto

A advogada Patrícia Casillo, de 48 anos, morreu no sábado (1°), vítima de infarto.Patrícia Casillo era filha do a..

Redação - 02 de janeiro de 2022, 17:28

(Reprodução/Facebook)
(Reprodução/Facebook)

A advogada Patrícia Casillo, de 48 anos, morreu no sábado (1°), vítima de infarto.

Patrícia Casillo era filha do advogado João Casillo e da ativista cultural Regina de Barros Correia. A advogada se formou em direito na Universidade Federal do Paraná (UFPR) em 1996 e exercia a profissão desde então. Ela era sócia do escritório de advocacia Casillo Advogados.

A advogada também fez parte da Comissão de Sociedades de Advogados por quatro gestões (2007-2009, 2013-2016, 2016-2018 e 2019-2021).

OAB LAMENTA O FALECIMENTO DE PATRÍCIA CASILLO

A Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) lamentou a morte de Patrícia Casillo. "Neste momento de dor, a seccional manifesta sua solidariedade aos pais, familiares e amigos".

Confira a nota de pesar da OAB na íntegra:

A OAB Paraná registra, com profundo pesar, o falecimento da advogada Patrícia de Barros Correia Casillo, 48 anos, ocorrido neste sábado, 1º de janeiro de 2022, em decorrência de um infarto.

Filha do advogado João Casillo e da advogada e ativista cultural Regina de Barros Correia Casillo, Patrícia gradou-se em Direito na Universidade Federal do Paraná (UFPR) em 1996 e estava inscrita na OAB Paraná sob o número 22.765.

Na OAB Paraná, Patrícia integrou a Comissão de Sociedades de Advogados por quatro gestões (2007-2009, 2013-2016, 2016-2018 e 2019-2021).

Neste momento de dor, a seccional manifesta sua solidariedade aos pais, familiares e amigos.