Alongamento de cílios esconde riscos para os olhos

Francielly Azevedo e Redação

O alongamento de cílios é um procedimento estético que permanece em alta nos salões e clínicas de beleza. Apesar de ter ampla aceitação entre as mulheres que querem realçar o olhar, não é uma prática totalmente inofensiva aos olhos. O que pouca gente sabe é que há restrições para seu uso que devem ser observadas.

Existem diversos procedimentos para o alongamento de cílios disponíveis no mercado, como a técnica de apliques únicos, volume russo, cílios fio a fio e assim por diante.  Mas, o que tem preocupado os oftalmologistas é a utilização indiscriminada de medicamentos específicos para tratamento de doenças oculares, mas que estão sendo usados para alongar os cílios. “Desta maneira o que era apenas um simples procedimento estético para valorizar o olhar, pode tornar-se um problemão para a saúde dos olhos”, alerta o Dr. Peter Ferenczy,‭ ‬mestre em Oftalmologia e Ciências Visuais pela UNIFESP e membro do Conselho Brasileiro de Oftalmologia e da Academia Americana de Oftalmologia.‭

Segundo o oftalmologista, existe no mercado uma medicação para tratar o Glaucoma (doença ocular),‭ ‬mas que tem como efeito secundário aumentar o tamanho e o volume dos cílios – proporcionando resultados estéticos satisfatórios.‭ Há‬ também uma máscara para cílios que vem com a medicação em sua composição e funciona como um rímel com fatores de crescimento. É aí que “mora o perigo”, porque a utilização constante dessas composições pode apresentar efeitos colaterais. “Não esqueçam que estamos falando de um medicamento, de uma droga, que utilizado sem acompanhamento médico pode trazer complicações”, explica o médico. “Sem a individualização da dose,‭ indicação de ‬modo de uso e definição da existência de contraindicações,‭ ‬este pode se tornar um hábito de consequências graves à saúde ocular”, complementa.

O alongamento de cílios realizado em centros de estética também exige cautela.‭ A‬ cola e os produtos usados para fixar os cílios podem causar irritações,‭ ‬alergias ou mesmo inflamações e infecções oculares.‭ “Se você quer fazer alongamento dos cílios, tudo bem. Mas antes ‬bata um papo sobre isso com seu oftalmologista. Fique ciente de eventuais riscos e tudo que envolve essa  prática, principalmente se estiver pensando em prolongar o tempo de permanência dos cílios alongados”, afirma Ferenczy.

O bom senso também deve prevalecer na hora de realizar o procedimento estético. As mulheres não devem exagerar no tamanho e quantidade de fios inseridos para não atrapalhar a função primordial do cílio que é a proteção do cristalino evitando contato de partículas de pó e poluição. Há, inclusive, relatos de casos nos quais as clientes tiverem seus cílios naturais afetados e caíram juntamente com os artificiais deixando os olhos desprotegidos.


Outra recomendação bem importante é verificar o histórico do local onde pretende executar o procedimento estético, procurar sobre reclamações e indicações do estabelecimento,‭ ‬a competência do profissional e os produtos que serão usados.‭ “‬Mesmo sendo um procedimento simples,‭ ‬se não for feito com segurança,‭ ‬pode acarretar em muitos problemas”, finaliza o oftalmologista.

Post anteriorPróximo post
Avatar
Jornalista, formada pela Universidade Tuiuti do Paraná. Tem passagens pela TV Educativa, TV Assembleia, TV Transamérica, CATVE, Rádio Iguassu e Folha de Londrina. Atualmente trabalha no Paraná Portal e na Rádio CBN.