Jovem que se tornou meme após festa em Curitiba morre vítima do câncer

Redação


Stephany Rosa, que ficou conhecida como o meme ‘bêbada de Curitiba‘, morreu nesta segunda-feira (13) em uma luta contra o câncer. A morte aconteceu dois meses após a jovem, que completou 30 anos neste ano, criar uma vakinha na internet para custear o tratamento.

Em julho, o quadro de saúde da Stephany piorou e ela precisou ir para o hospital. Após diversos dias, ela recebeu alta e foi para casa, porém, precisou retornar no início de julho. Ontem, ela não resistiu aos sintomas do câncer e morreu.

“Sorria novamente pra nós meu amor, pois eu, e tenho certeza que todos amamos seu lindo sorriso. Que Deus continue te dando essa força inexplicável e te abençoando”, disse a mãe em uma publicação nas redes sociais.

JOVEM SE TORNOU MEME ‘BÊBADA DE CURITIBA’ EM 2012

Stephany Rosa ficou conhecida em 2012, quando voltava da sua festa de aniversário de 22 anos. Na época, ela foi flagrada dirigindo embriagada quando voltava de uma balada em Curitiba. Equipes de reportagem de televisão realizavam uma ronda na cidade quando se depararam com Sthepany dentro da viatura.

Os repórteres e a jovem engataram uma conversa engraçada e as imagens viralizaram nas redes sociais, dando margem para a criação do apelido ‘bêbada de Curitiba‘. Assista abaixo!

Porém, Stephany afirmou que vivia um momento muito conturbado na época que o vídeo viralizou e que ela não soube lidar muito bem com a ‘fama’ repentina. “Em 2012, no meu aniversário de 22 anos, eu tive um vídeo viralizado na internet, que colocou novamente minha cabeça de cima para baixo.”

DESCOBERTA DO CÂNCER ACONTECEU CINCO ANOS APÓS FAMA

Stephany Rosa descobriu o câncer em agosto de 2018, após sentir dificuldades de ir ao banheiro. Menos de uma semana, a jovem recebeu o diagnóstico de câncer de ovário. “Fiz a primeira cirurgia no dia 28/08/18 e após 20 dias foi constatado que o tumor era maligno. Então fiz outra cirurgia, uma histerectomia, que é a retirada do útero no dia 24/09/18.”

Um ano e meio lutando contra o câncer, Stephany decidiu criar uma vakinha para ajudá-la a custear o tratamento. A meta coloca era de R$ 20 mil, porém, a fama adquirida sem querer ajudou a ultrapassar esse valor, conseguindo R$ 121 mil.

“Seeeenhooor, é muita emoção!! Ultrapassamos a meta, quem já cuidou de paciente com câncer sabe os custos que se tem, eu pretendo realmente ter uma qualidade de vida e autocura com estas doações”, disse no site após encerrar as doações.

Previous ArticleNext Article