Cachoeira secreta terá visita guiada pela primeira vez neste final de semana

Uma atividade guiada na Reserva Natural Salto Morato – localizada em meio ao maior remanescente de Mata Atlântica do Bra..

Redação - 24 de janeiro de 2020, 10:44

Divulgação
Divulgação

Uma atividade guiada na Reserva Natural Salto Morato – localizada em meio ao maior remanescente de Mata Atlântica do Brasil, reconhecido pela Unesco como Patrimônio Natural da Humanidade – levará os visitantes, que estiverem na unidade de conservação neste domingo (26), a uma atração natural inexplorada. A programação da atividade batizada como “Natureza Secreta” traz trilha de nível difícil e mergulho na cachoeira do Bracinho, uma das mais belas da região.

Durante o passeio, que terá número restrito de participantes devido às características da trilha, os visitantes conhecerão os trabalhos de recuperação florestal e de monitoramento da fauna. A Reserva é mantida pela Fundação Grupo Boticário de Proteção à Natureza e fica localizada em Guaraqueçaba, a 160 km de Curitiba – sendo 60 km em estrada de chão, totalizando uma viagem de cerca de 4 horas de carro.

Segundo a coordenadora de Áreas Protegidas da Fundação Grupo Boticário, Marion Silva, o novo roteiro será oferecido esporadicamente aos visitantes e sempre guiado por um colaborador da Reserva, com previsão de ser repetido em abril deste ano.

“O período de férias é um momento para as pessoas recuperarem as energias e conhecerem coisas novas. Preparamos esta atração dentro da Reserva Natural Salto Morato para aqueles que buscam entrar em contato com a natureza, se exercitar e se divertir. A trilha do Bracinho é um roteiro novo, que será aberto para visitação pela primeira vez”, afirma.

A atividade terá cerca de cinco horas de duração e é recomendada para pessoas sem limitações físicas. É necessário que os participantes da atividade vistam calça, sapato fechado e perneira e levem protetor solar, repelente e cantil para água.

RESERVA NATURAL SALTO MORATO

Com 2.253 hectares, a Reserva Natural Salto Morato possui rica biodiversidade que atrai pesquisadores, observadores de aves e turistas de diversos estados e países. Além da cachoeira do Bracinho, os principais atrativos turísticos são a queda d'água de cerca de 100 metros de altura, que dá nome à Reserva, e uma figueira centenária que forma uma ponte-viva sobre o Rio do Engenho.

Mais informações para visitação estão disponíveis no site da Fundação Grupo Boticário.