Casagrande anuncia saída do Grupo Globo após 25 anos

Contrato foi rescindido em comum acordo, seis meses antes do término. Ex-jogador afirmou que a decisão é um "alívio para os dois lados".

Redação - 06 de julho de 2022, 16:40

(Foto: Bruno Santos/Folhapress)
(Foto: Bruno Santos/Folhapress)

O comentarista esportivo Walter Casagrande Júnior anunciou nesta quarta-feira (6) a saída do Grupo Globo após 25 anos. O contrato foi rescindido em comum acordo, seis meses antes do término.

O ex-jogador publicou um vídeo em que afirma que a decisão é um "alívio para os dois lados". Casagrande disse também que vai "seguir a própria estrada".

Segundo o UOL Esporte, a saída teria sido definida pelo alto salário dele e pelo posicionamento político declarado nos últimos anos.

Após encerrar a carreira como atacante, ele foi contratado para ser comentarista no canal por assinatura ESPN Brasil, em 1996. Um ano depois, chegou à TV Globo, onde participou de coberturas de Copas do Mundo e Olimpíadas.

Casão era considerado o principal comentarista da emissora. Ele participou de cinco transmissões de finais de Copa do Mundo, além de estar presente nos jogos da Seleção Brasileira, como na conquista do pentacampeonato, em 2002, e na derrota por 7 a 1, em 2014.

Nas últimos dois mundiais, compôs o quarteto com Galvão Bueno, Ronaldo Fenômeno e Arnaldo Cézar Coelho nos jogos do Brasil.

CASAGRANDE FOI TEMA DE DOCUMENTÁRIO NO GLOBOPLAY

A vida pessoal e profissional de Walter Casagrande Júnior foi tema do documentário 'Casão - Num jogo sem regras', produzido pela plataforma de streaming Globoplay e disponibilizada no final de maio deste ano.

O produto mostra a história do ex-atleta e comentarista, considerado um dos ídolos do Corinthians e que trava uma luta contra a dependência química.

Depoimentos de Galvão Bueno, Roberto Rivellino, Serginho Groisman e Baby do Brasil fazem parte do documentário, além de familiares de Casagrande.

O comentarista ficou entre a vida e a morte em 2007, quando sofreu um grave acidente de carro em São Paulo. Ele chegou a ficar em coma e, na sequência, foi internado em uma clínica para dependentes químicos.

Nesse período, ficou afastado das funções na Globo, retornando em 2009. Ao final da Copa de 2018, na Rússia, fez um desabafo ao vivo sobre uma conquista pessoal contra a dependência química.

"Pra mim é a Copa mais importante da minha vida. Eu tive uma proposta, quando eu saí do Brasil pra vir pra cá [para a Rússia], de chegar pela primeira vez sóbrio, permanecer sóbrio e voltar para minha casa sóbrio", falou Casagrande em tom emocionado.