Christopher Tolkien, filho do criador de O Senhor dos Anéis, morre aos 95 anos

Angelo Sfair

tolkien, christopher tolkien, j.r.r. tolkien, o senhor dos anéis, lotr, o silmarillion, contos inacabados, hobbit, béren e lúthien, filhos de húrin, a queda de gondolin

Filho do criador de O Senhor dos Anéis, o escritor Christopher Tolkien morreu aos 95 anos. Ele deu continuidade ao legado de J.R.R. Tolkien e foi responsável por todas as publicações póstumas sobre a Terra-média, entre elas O Silmarillion.

A morte de Christopher Tolkien foi confirmada pela fundação Tolkien Society. O fã-clube se resumiu a enviar as condolências a “Baillie, Simon, Adam, Rachel e toda a família”.

Christopher Tolkien editou uma das obras fundamentais para compreender o fantástico mundo criado pelo pai dele, J.R.R. Tolkien. Considerado a “bíblia” do mundo tolkieniano, O Silmarillion relata a criação de Arda (mundo fictício), o desenvolvimento das raças, os principais mitos e batalhas da Terra-média, onde se passam os eventos de O Senhor dos Anéis.

No entanto, o filho do criador foi um grande crítico da adaptação cinematográfica de Peter Jackson. Apesar disso, a trilogia — A Sociedade do Anel, As Duas Torres e O Retorno do Rei — é uma das sagas de maior sucesso da história do cinema.

Além disso, Christopher Tolkien também reuniu os escritos do pai sobre as três principais lendas da Terra-média. As compilações foram publicadas nos últimos 13 anos: Os Filhos de Húrin (2007), Béren e Lúthien (2017) e A Queda de Gondolin (2018).

Outra contribuição fundamental de Christopher para o legado do pai foi ter feito o desenho final do mapa da Terra-média, onde se passam alguns dos principais contos de J.R.R. Tolkien.

Além disso, Christopher Tolkien também escreveu a série de livros History of Middle-earth  (sem tradução para o português), e editou obras como Contos Inacabados.

O trabalho do escritor foi fundamental para compreender a complexidade e profundidade do mundo criado por J.R.R. Tolkien, que reinventou literatura fantástica e inspirou ou influenciou todos os escritores do gênero que surgiram depois, como George R.R. Martin, Neil Gaiman e J.K. Rowling.

Previous ArticleNext Article