Curitiba terá primeiro show presencial em teatro do Brasil após oito meses

Redação

Curitiba terá primeiro show presencial em teatro do Brasil após oito meses; Nando Reis será atração

Curitiba irá sediar o primeiro show presencial em teatro do Brasil desde o início da pandemia da Covid-19, em março. O evento será realizado no dia 27 de novembro, com a apresentação de Nando Reis no Teatro Positivo.

O Grande Auditório do Teatro Positivo terá 50% da capacidade liberada para o show de Nando Reis.

A expectativa dos organizadores é que o show possa servir de estudo para a realização de outros eventos desse tipo no Brasil. Serão feitas pesquisas com participantes para avaliar como os protocolos de segurança foram efetivos.

A Secretaria Municipal de Saúde aprovou esses protocolos criados pela Abrape (Associação Brasileira dos Promotores de Eventos) e pela Prime e pretende também avaliar os resultados da pesquisa.

“O objetivo do evento é a retomada segura e gradual do setor de eventos, impactado fortemente com a pandemia Covid-19. Precisamos de forma segura e com responsabilidade retomar as nossas atividades e com isso acabar com as festas clandestinas que assolam o país e são realmente nocivas a economia e a saúde da população”, explicou Mac Lovio Solek, diretor da Prime e vice-presidente Abrape na região Sul.

Todas as pessoas que comprarem ingressos para o evento terão que assinar um termo de compromisso com diversas normas de higiene e distanciamento.

No dia do show, a entrada e a saída será feita por diversas portarias e de forma escalonada, como forma de evitar a aglomeração. Em cada um desses locais será feita a medição de temperatura e todos os presentes terão que usar máscaras

Dentro do Teatro Positivo, os lugares serão marcados e o público irá se sentar em assentos individuais ou a cada duas pessoas com um intervalo de duas poltronas.

A venda de ingressos para o show de Nando Reis terá início às 10h, do dia 5 de novembro, pelo site www.diskingressos.com.br.

LEIA MAIS: Salles aponta ação de hacker em ataque a Maia, e Twitter bloqueia conta de ministro

Previous ArticleNext Article