Duda Reis acusa Nego do Borel de violência física e psicológica

Duda Reis, 18, voltou a se manifestar nesta quarta (13) sobre o relacionamento que viveu com Nego do Borel, 28. Em vídeo..

Folhapress - 13 de janeiro de 2021, 17:06

(Reprodução/Instagram)
(Reprodução/Instagram)

Duda Reis, 18, voltou a se manifestar nesta quarta (13) sobre o relacionamento que viveu com Nego do Borel, 28. Em vídeos publicados no Stories do Instagram, a atriz e modelo diz que foi agredida fisicamente e verbalmente pelo cantor e que vai abrir um boletim de ocorrência para denunciá-lo.

"Eu era muito manipulada, eu tinha muito medo, ele me ameaçava. Ele dizia que eu brigava com cachorro grande, que ele ia mandar matar a minha família (...). Eu estou cansada. Eu vou expor tudo! Não vou ficar sendo difamada. A assessoria dele estava tentando criar uma fake news que eu mandava nudes para famosos, nem para ele eu mandava."

Por fim, ela chorou e pediu desculpas para os pais por não ter escutado eles sobre o então noivo.

ENTENDA O CASO

(Reprodução/Instagram)

Entre idas e vindas e algumas polêmicas, Duda Reis e Nego do Borel estavam juntos há quase três anos. No último dia 23 de dezembro, eles anunciaram o fim do relacionamento.

Nesta segunda (11), porém, um áudio da influenciadora digital Lisa Barcelos, divulgado pela colunista Fábia Oliveira, do jornal O Dia, gerou grande repercussão nas redes sociais. No áudio, que ela confirmou ser verdadeiro, a influenciadora admite ter se envolvido com o cantor enquanto ele ainda se relacionava com Duda.

Na noite de terça (12), após toda a repercussão do caso, Duda Reis fez uma série de vídeos falando que estava recebendo prints de outras mulheres contando histórias de envolvimento com o cantor. Chorando, ela também afirmou que iria tomar medidas protetivas contra ele.

"Eu preciso, eu temo pela minha vida, eu temo pela minha segurança sim. Eu sei como a pessoa é. Eu não sou louca, eu não sou mentirosa. Eu sei o que eu vivi, eu sei o medo que dá", concluiu. "Eu não sei o que a pessoa é capaz de fazer", disse.