El Camino é um coletivo que ocupa Bicicletaria Cultural até o fim do Festival

O Coletivo El Camino, que integra o Fringe, ocupa o espaço da Bicicletaria Cultural durante toda a 27ª edição do Festiva..

Fernando Garcel - 31 de março de 2018, 19:31

O Coletivo El Camino, que integra o Fringe, ocupa o espaço da Bicicletaria Cultural durante toda a 27ª edição do Festival de Teatro de Curitiba. Até dia 8 de abril, o grupo fará 44 apresentações, de oito espetáculos diferentes, que envolvem teatro, música, artes plásticas e literatura.

Fazem parte da equipe a atriz, cantora e escritora Letícia Spiller; o fotógrafo e designer, Flávio Jardim; a artista plástica e atriz, Maureen Miranda; os músicos e compositores, Neco Yaros e Pablo Vares; e o ator Adriano Petermann.

“Somos seis amigos, seis artistas fazendo uma mescla de nossas composições e poesias com textos de poetas que a gente admira. Poder cantar e fazer performance em torno do canto e da poesia é uma coisa que eu estou curtindo muito!”, diz Letícia Spiller sobre o grupo que nasceu no ano passado. “É novo porque não é uma peça de teatro, é mais voltado para a música e o melhor de tudo é que estamos entre amigos. A gente se diverte muito! Tudo é culpa da Maureen Miranda que me convidou a fazer parte disso tudo!”, completa a atriz.

Além de shows e apresentações teatrais, a programação do El Camino também contará com o lançamento do 1º livro de Letícia Spiller. “Mais de Mim”, que reúne cerca de 30 poemas e relatos abordando a vida da autora, com ilustrações da artista paranaense Maureen Miranda. Entre os desafios da trupe, também estão as peças “Bernard Só” – com texto de Luiz Felipe Leprevost –, que terá transmissão ao vivo pelo Facebook da Companhia Teatro Portátil e “A Anta de Copacabana”, dirigida por Rafael Camargo, que já esteve na programação do Fringe e foi considerada uma das melhores da edição da qual fez parte.

https://www.youtube.com/watch?v=ohS_vZf12nY

https://www.youtube.com/watch?v=pcC2os5rc1A