Estilista americana Kate Spade morre aos 55 anos em Nova York

A estilista Kate Spade foi encontrada morta em seu apartamento em Nova York na manhã desta terça (5). Ela tinha 55 anos...

Folhapress - 05 de junho de 2018, 20:31

A estilista Kate Spade foi encontrada morta em seu apartamento em Nova York na manhã desta terça (5). Ela tinha 55 anos. A polícia trabalha com a hipótese de suicídio. Um empregado encontrou o corpo e um bilhete, cujo teor não foi divulgado.

Nascida Katherine Noel Brosnahan em 1962, em Kansas City, a estilista fundou, em 1993, ao lado de Andy Spade, com quem se casaria no ano seguinte, e de uma amiga, Elyce Arons, a marca que leva seu nome. A ideia de fundar o negócio, inicialmente dedicado a bolsas, surgiu quando ela era editora de acessórios da revista Mademoiselle.

A princípio, ela não queria batizar a marca com seu nome nem estampá-lo em seus produtos -que passariam a incluir roupas, joalheria e perfumaria, entre outros. Mas foi a mudança nessa direção que criou uma das bases do império.

Em entrevista ao jornal The New York Times em 1999, ela disse que estava em busca de um produto funcional e sofisticado. Sua primeira loja, na região do SoHo, em Nova York, tinha executivas e garotas jovens entre seus principais clientes, que buscavam status com peças mais baratas que a de grifes europeias.

Em 1999, a família vendeu o negócio para o grupo Neiman Marcus. A marca trocou de donos até maio de 2017, quando a Tapestry InC comprou-a, de olho na geração millennial. A marca adquirida tem 140 lojas nos Estados Unidos e mais 150 no exterior, segundo o site oficial.

Nos últimos anos, Spade se dedicava à família e à filantropia. Ela deixa o marido e uma filha.