Evidências é o verdadeiro hino da Copa América; confira a playlist do torneio

Vinicius Cordeiro


A Copa América 2019 teve diversos momentos importantes dentro de campo, mas várias situações também chamaram a atenção nas arquibancadas. O que mais chamou a atenção do entretenimento de ir ao estádio foram as músicas selecionadas pelos DJs antes de cada confronto. A que mais agradou? Evidências, de Chitãozinho e Xororó.

O hino sertanejo, conhecido pelo país inteiro, era cantada à plenos pulmões na brincadeira do karaokê. Foi uma das poucas vezes que o público se entregava às diversas tentativas da Conmebol em interagir com o público.

Além de “Evidências”, outras duas músicas tiveram bastante aceitação. Lulu Santos, com “Tempos Modernos” e Claudinho e Buchecha, com “Nosso Sonho”.

INTERAÇÃO

Cada estádio tinha um “repórter”, responsável por levantar a plateia antes, durante e depois do jogo. Logicamente não funcionou muito.

A brincadeira da “estátua” foi um fracasso em diversos jogos. Porém, teve certo ponto de engajamento, como na final no Maracanã.

SUCESSO SOLITÁRIO

Vale ressaltar que a Copa América teve uma música oficial, como é de praxe da Conmebol e FIFA. Em 2014, o fracasso foi assinado por Pitbull fez uma música com Jennifer Lopez e Claudia Leitte.

A verdade é que nenhuma música teve tanto sucesso quanto Waka Waka, de Shakira. O hino do Mundial da África foi o único hit que tomou proporções maiores do que a competição esportiva. Atualmente, está solitária na prateleira dessas canções oficiais.

Confira as músicas que foram mais tocadas nos estádios:

  • Vibra Continente

  • Evidências

  • Eu só quero é ser feliz

  • Mas que nada

  • Lulu Santos – Tempos Modernos

  • Echame la culpa

  • Despacito

  • Jenifer

  • We Will Rock You

  •  Claudinho e Buchecha

Previous ArticleNext Article
[post_explorer post_id="637921" target="#post-wrapper" type="infinite" loader="standard" scroll_distance="0" taxonomy="category" transition="fade:350" scroll="false:0:0"]