Filme “Mais que especiais” estreia nesta quinta-feira (25) nos cinemas

Johann Gaissler

Filme "Mais que especiais" estreia nos cinemas

O filme “Mais que especiais” estreia nos cinemas nesta quinta-feira (25). A produção é francesa e mostra cuidados com pessoas diagnosticadas com transtorno do espectro autista. A direção é de Eric Toledano e Olivier Nakache, e no elenco Vincent Cassel e Reda Kateb interpretam os protagonistas.

Na história, Bruno Haroche e Malik têm duas organizações sem fins lucrativos responsáveis pelo cuidado de crianças e adolescentes com autismo. Durante a exibição, é possível perceber que os dois apresentam personalidades diferentes: enquanto o primeiro aparenta ser mais acolhedor, o segundo tem um relacionamento mais disciplinador com as pessoas que trabalham nos abrigos. Apesar disso, ambos têm empatia e conseguem desempenhar com êxito a função de acolhimento e tratamento social com minorias.

A produção humaniza pessoas com transtorno do espectro autista. Mesmo com este problema crônico, as pessoas têm leveza e bom humor e podem ter qualidade de vida quando bem cuidadas. No filme, os autistas têm a possibilidade de assistência com as organizações de Bruno e Malik. O acolhimento nem sempre é reconhecido pelas famílias, que não aceitam a evolução comportamental dos jovens e querem interromper a frequência aos locais especializados.

malik e bruno no filme mais que especiais
Malik, à esquerda, e Bruno, à direita, cuidam com pessoas com transtorno do espectro autista. (Foto: Reprodução)

FILME APRESENTA HISTÓRIAS DE CRIANÇA E ADOLESCENTE

Duas histórias chamam a atenção no desenvolvimento do filme: a de Joseph, que foi o primeiro acolhido pela organização ‘A voz dos justos’, de Bruno Haroche; e a de Valentin, que é uma criança recebida na associação sem fins lucrativos após sair de um hospital e não ter a família próxima.

valentin e joseph no filme mais que especiais
Valentin, à esquerda, e Joseph, à direita, são dois personagens autistas que têm a história mostrada em “Mais que especiais”. (Foto: Reprodução)

O filme também mostra a situação do ambiente de acolhimento, que, além de pessoas autistas, recebe pessoas em situação de vulnerabilidade social para trabalharem na ‘A voz dos justos’, estando próximas no cuidado e acompanhamento dos jovens.

“Mais que especiais” é uma oportunidade de olhar com atenção às pessoas especiais e aos conflitos que podem acontecer durante a vida, pois nem sempre o apoio familiar é presente e, mesmo quando há, organizações como as retratadas são fundamentais no tratamento e no cuidado com elas, apresentando uma importante relação humana que o filme deixa como exemplo, mesmo fictício.

Apesar de divulgada como comédia, a história apresenta um desenvolvimento como drama, mostrando as causas e a convivência com pessoas com autismo.

Serviço: estreia do filme “Mais que especiais”

Data: quinta-feira, 25 de fevereiro de 2021

Gênero: comédia

Duração: 114 minutos

 

Johann Gaissler escreveu sob a supervisão da jornalista Martha Feldens

 

Previous ArticleNext Article
[post_explorer post_id="747229" target="#post-wrapper" type="infinite" loader="standard" scroll_distance="0" taxonomy="category" transition="fade:350" scroll="false:0:0"]