Forró da Lua Cheia dá voz ao ritmo nordestino para Curitiba

Redação



Forrozeiros de Curitiba, região metropolitana, interior do Paraná e até mesmo de outros estados, já se preparam para mais uma edição do tradicional Forró da Lua Cheia, que acontece na sexta-feira (16), às 22h, na capital paranaense. Para os promotores e a equipe responsável pela organização do evento, não é mais novidade ver frequentadores que, ainda na saída do evento, querem saber a partir de quando estarão à venda os ingressos para a próxima edição.

Realizado mensalmente há cinco anos, o evento tomou uma proporção que surpreendeu até mesmo o trio de idealizadores da festa, os professores de dança Sandra Ruthes, Renato Zóia e Guilherme Rolim. Hoje, sua fama ultrapassou as fronteiras regionais e fez do Forró da Lua Cheia uma referência entre os principais eventos de forró do Brasil.

Em 2015, com apenas 12 edições realizadas, o evento já havia atingido seu principal objetivo quando foi lançado: difundir o forró estimulando o gosto pela música e pela dança na capital paranaense. A ideia foi além e, de olho no grande número de adeptos, projetos já existentes com foco no ritmo foram reforçados e novas propostas não param de surgir. “Hoje, em Curitiba, quem quer dançar um forrozinho tem opções em quase todos os dias da semana e ficamos felizes em saber que, junto com músicos e outros incentivadores do ritmo, temos nosso importante papel no crescimento deste movimento na cidade”, comenta Renato Zóia.

A cada edição, o evento foi abrindo espaço para a cultura nordestina em Curitiba e, embora já existissem bailes de forró na cidade, a qualidade e organização do Forró da Lua Cheia foi, sem dúvida, um fator importante para atrair novos frequentadores para as baladas do ritmo e vem estimulando a organização de outros eventos com foco no forró. “No início, nosso público era formado basicamente por alunos da escola, mas o número de pessoas foi crescendo, investimos na apresentação de bandas super conceituadas na capital e aí as tribos se misturaram. Hoje, temos um público bem diversificado, mas que tem em comum a vontade de dançar um forró gostoso”, relata Renato.

O evento, que hoje recebe uma média de 800 pessoas por edição, tem lugar cativo na agenda dos curitibanos, mostrando que o ritmo nordestino, difundido pelo país por Luiz Gonzaga, arrebatou também os sulistas. “Quem já conhece o evento sabe como é bom e quando vê a lua cheia no céu corre pro nosso forró. Pra quem ainda não veio fica o nosso convite. O Forró da Lua Cheia é super democrático, pra todas as idades e gostos, como o forró tem que ser!”, ressalta Sandra.

Para facilitar a compra de ingressos, além dos pontos físicos nas lojas Beco da Dança e Master Ótica, também é possível fazer a compra online através do site Sympla. O pagamento é feito com cartão de crédito e você recebe os ingressos por email, podendo imprimir ou apresentar no celular na entrada. Já as vendas na bilheteria do Clube Dom Pedro II, na hora do evento, podem ser pagas somente em dinheiro.

Previous ArticleNext Article