Grammy 2022 homenageia Marília Mendonça, mas esquece Elza Soares

Elza Soares tinha uma carreira com grande repercussão no exterior, tendo sido considerada a voz do milênio pela BBC, mas foi esquecida na premiação

Folhapress - 04 de abril de 2022, 09:23

Foto: Reprodução/TNT
Foto: Reprodução/TNT

Marília Mendonça foi homenageada durante a cerimônia de entrega da 64ª edição do Grammy, a premiação mais importante do mundo para a indústria musical, que ocorre na noite deste domingo (3), em Los Angeles, nos Estados Unidos.

A cantora, morta em novembro numa queda de um avião em Minas Gerais, apareceu no telão com os demais artistas e executivos da indústria que morreram nos últimos meses, como Taylor Hawkins, o bateirista do Foo Fighters e Charlie Watts, dos Rolling Stones.

Elza Soares, no entanto, foi esquecida pelos produtores da cerimônia e ficou de fora da homenagem. A cantora, morta em janeiro aos 91 anos, tinha uma carreira com grande repercussão no exterior, tendo sido considerada a voz do milênio pela BBC em 1999.

Stephen Sondheim, maior compositor e letrista da Broadway, morto em novembro aos 91 anos, também foi homenageado pelo Grammy. Cynthia Erivo, Leslie Odom Jr., Ben Platt e Rachel Zegler cantaram por Sondheim, que teve sua trajetória retratada no filme "Tick, Tick... Boom!", da Netflix.