Inspirado em poema, ‘Cão sem plumas’ aborda descaso e pobreza da população ribeirinha

Metro Jornal Curitiba


Através dos movimentos de 13 bailarinos cobertos de lama, “Cão sem plumas” leva ao palco a vida no mangue, a pobreza da população ribeirinha e o descaso humano. Realizado pela Companhia de Dança Deborah Colker, o espetáculo chega neste sábado, às 21 horas, ao Teatro Guaíra. Os ingressos custam entre R$ 43,50 (meia-entrada) e R$ 126 (inteira) e estão disponíveis no Disk Ingressos.

A apresentação é baseada no poema homônimo de João Cabral de Melo Neto, que representou por meio do “Cão sem plumas” os rios nordestinos e as pessoas que vivem em seu entorno. Pelo espetáculo, a companhia foi premiada com o “Prix Benois de la Danse” – considerado o “Oscar” da dança –, entregue a Deborah em 2018, no Teatro Bolshoi, na Rússia.

“Ele [o espetáculo] fala de todos que vivem à margem. Fala do descaso com a natureza e com as pessoas”, afirma a coreógrafa.

Desde a estreia, em 2017, a companhia já o apresentou em diversas cidades do Brasil e do mundo. “A universalidade do tema provoca identificação porque em todo lugar tem descaso”, diz Deborah. “É um assunto relevante desde os anos 1950 [quando foi escrito o poema] até agora”.

Durante o processo de criação do espetáculo, a coreógrafa e os bailarinos viajaram a Pernambuco, onde fizeram uma imersão cultural. A companhia participou de saraus, conheceu as pessoas e
riquezas culturais da região (como os ritmos do maracatu, do coco e do jongo) e desceu o Rio Capibaribe.

A experiência foi registrada pelo pernambucano Cláudio Assis – diretor do filme “Amarelo manga” – e algumas das cenas são projetadas no fundo do palco durante a apresentação. Além de Cláudio, outros artistas pernambucanos estão presentes na produção. A trilha sonora traz a musicalidade de Jorge Dü Peixe (da banda Nação Zumbi) e Lirinha (ex-cantor do Cordel do Fogo Encantado).

SERVIÇO:
Espetáculo “Cão sem Plumas” – Cia Deborah Colker.
Data: 20 de abril – sábado.
Local: Teatro Guaíra – grande auditório (Rua XV de novembro).
Horário: abertura da casa (20h) e início do espetáculo (21h).
Duração: Aproximadamente 1h10.
Classificação Indicativa: Livre

INGRESSOS:
PLATEIA – R$ 66,00 meia-entrada / R$ 126,00 inteira.
BALCÃO I A – R$ 66,00 meia-entrada / R$ 126,00 inteira.
BALCÃO I B – R$ 43,50 meia-entrada / R$ 81,00 inteira.
BALCÃO II – R$ 43,50 meia-entrada / R$ 81,00 inteira.
* Taxa administrativa do Disk Ingressos já inclusa no valor.

Previous ArticleNext Article