Livro que celebra os 130 anos de imigração ucraniana no Brasil é lançado de forma virtual

Redação

130 anos da imigração ucraniana no Brasil livro

O livro “Ucrânias do Brasil: 130 anos de cultura e tradição ucraniana” foi lançado na última sexta-feira (1) de forma virtual. Escrito pelos autores Diego Antonelli, Andreiv Choma e Talita Seniuk, a produção celebra os 130 anos da chegada dos primeiros imigrantes da Ucrânia no Brasil, no século XIX.

A obra registra a construção da vida dos ucranianos em um território desconhecido até então. “Com o passar dos dias e dos anos, esse processo foi ganhando uma nova roupagem que ora retirou ora acresceu elementos, diluindo-os numa nova realidade social e cultural”, registra Andreiv Choma, vice-presidente da Sociedade Ucraniana do Brasil e diretor cultural do Folclore Ucraniano Barvinok, de Curitiba.

O livro pretende resgatar esse processo histórico, levando ao leitor os principais elementos culturais ucranianos que resistem no Brasil, mesmo depois de 130 anos da chegada dos primeiros grupos de famílias ucranianas ao país.

A obra conta com o prefácio do presidente da Representação Central Ucraniano-Brasileira, Vitório Sorotiuk, e está dividida em cinco capítulos. O primeiro foca no processo histórico da imigração, registrando as três grandes ondas imigratórias (final do século 19, pós-Primeira Guerra Mundial e pós-Segunda Guerra Mundial), as dificuldades de adaptação no Brasil e as perseguições durante o período do Estado Novo (1937-1945). Já o segundo capítulo registra os principais elementos étnicos da cultura ucraniana, como artesanato, gastronomia, religiosidade e festas típicas.

O terceiro registra, a partir de pesquisas históricas, como se deu a perpetuação cultural dos imigrantes que chegaram na primeira onda imigratória, as dificuldades e os preconceitos enfrentados. O quarto capítulo, por sua vez, demonstra de que maneira os ucranianos que chegaram ao Brasil após as duas Guerras Mundiais mantiveram as suas tradições e foram as adaptando gradativamente em solo brasileiro. Por último, o quinto capítulo traz um “glossário cultural”, explicando os termos e os principais costumes ucranianos mantidos no Brasil.

“Olhar para o passado nos faz entender o nosso presente e ajuda a projetarmos nosso futuro. Esse é um dos principais objetivos do livro”, ressalta Diego Antonelli.

Em breve, também será realizado um lançamento presencial, em data ainda não está confirmada. O livro foi publicado em formato impresso e digital e podem ser comprados no site da editora Máquina de Escrever, na Amazon e em livrarias de Curitiba. O livro físico custa R$ 40,00 e o e-book R$ 19,90.

Previous ArticleNext Article
[post_explorer post_id="794309" target="#post-wrapper" type="infinite" loader="standard" scroll_distance="0" taxonomy="category" transition="fade:350" scroll="false:0:0"]