Ludmilla sofre ofensa racista durante premiação de música

Ludmilla, 24, publicou um vídeo nesta quinta-feira (31) em suas redes sociais em que afirma ter sofrido racismo durante ..

Folhapress - 31 de outubro de 2019, 20:16

Divulgação
Divulgação

Ludmilla, 24, publicou um vídeo nesta quinta-feira (31) em suas redes sociais em que afirma ter sofrido racismo durante o Prêmio Multishow, celebrado na terça (29), no Rio.

O vídeo, divulgado no Stories do Instagram da cantora, mostra o momento em que ela levanta para receber um prêmio. "Alguém me chama de macaca. Mas não sabemos quem foi a pessoa exatamente", escreve ela.

Ludmilla se mostra indignada com a situação e afirma que a vida para ela e para a maioria dos brasileiros nunca foi fácil. "E com preconceito e julgamentos pelo tom de pele, vocês só complicam as coisas."

Ela complementa que, apesar da justiça "ser lenta" e de outras pessoas que praticaram racismo com ela "ainda não terem sido punidas", "isso não significa que a cobrança nunca vai chegar".

"A vontade de me diminuir é tanta que as pessoas não pensam nas consequências de seus atos", escreve.

Ludmilla foi a grande vencedora do Prêmio Multishow. Ela levou o prêmio de melhor cantora, superando nomes como Anitta, Ivete Sangalo, Iza e Marília Mendonça. Ganhou também na categoria música chiclete do ano, com "Onda Diferente", canção que é um feat dela com Snoop Dogg, Papatinho e Anitta.

Na ocasião, Ludmilla foi vaiada por parte do público, mas agradeceu. "Elas Ainda bem que não fui, desculpas com o telão ligado é mole", escreveu.