Mauro Naves fala sobre demissão da Globo: ‘O 7 a 1 da minha vida’

Folhapress

mauro naves globo 7 a 1

O jornalista Mauro Naves, 60, disse que a sua saída da Globo foi o seu 7 a 1 pessoal. O repórter deixou a emissora em julho após ter tido o seu nome envolvido no caso em que Neymar foi acusado de estupro e agressão por Najila Trindade.

“Não esperava que tivesse acontecido o que aconteceu, essa minha saída inesperada [da TV Globo], e claro que isso te abala emocionalmente de forma muito profunda”, afirmou Naves.

O jornalista falou sobre o assunto para o canal no YouTube do Spa Tour Life, uma clínica em que ele se hospedou ao lado da mulher, Patti Naves. O vídeo foi divulgado no último dia 3 de setembro, mas a gravação parece ser mais antiga, da época em que a saída dele da Globo ainda estava sendo acertada.

“Eu vim aqui numa semana em que estou um turbilhão por dentro, de muita ansiedade. Estou deixando a TV Globo depois de 32 anos.  Ainda estou formalizando oficialmente minha saída, então, bate aquela ansiedade: ‘O que fazer?’, ‘Que caminho buscar?”, contou.

Segundo Naves, o tempo no Spa o ajudou a ter ferramentas para reencontrar o equilíbrio mental.  “Foi num momento muito importante para mim, eu diria fundamental, porque estou passando o 7 a 1 da minha vida”, disse.

Naves foi afastado do trabalho inicialmente em junho por, segundo a Globo, ter tido atitudes que contrariam “a expectativa da empresa sobre a conduta de seus jornalistas.”

O motivo foi em razão do repórter ter passado o contato do pai de Neymar a José Edgard Bueno, advogado que trabalhava para Najila Trindade.

Na ocasião do afastamento, a Globo afirmou que, “em sua defesa, o jornalista disse que se limitou a repassar os contatos do pai do Neymar para o advogado, a quem já conhecia, porque esperava obter a história com exclusividade –e que quando o assunto se tornou público, avaliou que sua participação não teria relevância.”

Em julho, a emissora encaminhou nota em que confirma a saída de Naves da empresa. “O Grupo Globo e o jornalista Mauro Naves decidiram encerrar consensualmente o contrato de prestação de serviços que mantinham. O Grupo Globo reconhece a imensa contribuição de Mauro Naves ao jornalismo esportivo e a ele agradece os 31 anos de dedicação e colaboração.”

CASO NEYMAR

A Justiça de São Paulo decidiu, no início de agosto, arquivar o inquérito do caso Neymar. Nesta terça (10), a Polícia Civil de São Paulo anunciou o indiciamento da modelo Najila Trindade pelos crimes de denunciação caluniosa, fraude processual e extorsão.

A decisão foi tomada pela delegada Monique Lima, do 11º DP, após a conclusão dos dois inquéritos, que tramitavam em conjunto com a 6ª Delegacia de Defesa da Mulher, envolvendo o atacante Neymar.

“Não posso me manifestar se não tive acesso ao relatório dela”, disse o advogado da modelo, Cosme Araújo Santos. Ele afirmou que tentou acesso ao inquérito nesta segunda (9), porém conseguiu somente parte do documento.

Previous ArticleNext Article